Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Isabel dos Santos diz que acordo com CaixaBank para o BPI "ainda tem elementos pendentes"

As negociações entre a Santoro, de Isabel dos Santos, e o Caixabank para que o banco espanhol possa adquirir o BPI ainda não estão concluídas.

isabel dos santos
Miguel Baltazar
Celso Filipe cfilipe@negocios.pt 16 de Abril de 2016 às 20:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
Esta situação é admitida pela Santoro, detida por Isabel dos Santos, num comunicado emitido este sábado, 16 de Abril, onde se afirma que as negociações estão ainda em curso e que "há elementos pendentes que precisam de ser resolvidos".

Isabel dos Santos, que controla cerca de 20% do BPI, numa declaração constante no referido comunicado, afirma: "Tenho esperança de que as negociações em curso serão concluídas com êxito, no melhor interesse de todas as partes."

A posição de Isabel dos Santos, acrescenta a referida nota, "é que a participação actual do BPI no BFA seja reduzida e que as acções do BFA sejam admitidas à cotação em bolsa; e que isso poderia acontecer através da dispersão das acções  numa bolsa de valores adequada. Seria no melhor interesse de todos os accionistas, em Portugal e no resto do mundo".

Por decisão do BCE ,o BPI deve reduzir a sua exposição ao Banco de Fomento Angola (BFA). No presente momento, o BPI detém 50,1% do BFA.

O Negócios sabe que o encerramento destas negociações implica também várias autorizações por parte do Banco Nacional de Angola (BNA), resultando deste facto a necessidade de mais tempo para fechar um acordo que precisa dessa luz verde do regulador angolano.

Ao Negócios, fonte da Santoro sublinha que o objectivo deste comunicado não é o de anunciar uma ruptura, mas precisamente o inverso, ou seja, o de "tudo fazer para evitar males maiores". "O nosso objectivo é o diálogo e desejamos manter todas as portas e canais de comunicação abertos", acrescentou a mesma fonte, a qual faz um apelo ao "bom senso" para que seja encontrada uma "solução de equilíbrio entre a Santoro e o CaixaBank que permita que as negociações sejam concluídas com êxito.

Desde a passada segunda-feira, 11 de Abril, que as acções do BPI se encontram suspensas por parte da CMVM da negociação em bolsa. A entidade reguladora liderada por Carlos Tavares justificou então a decisão com a necessidade de serem tornados públicos os termos de um eventual acordo entre o CaixaBank e a Santoro, o que até ao momento não aconteceu. Apenas um comunicado foi divulgado domingo ao mercado, dizendo que as negociações tinham sido concluídas com sucesso.

(Notícia actualizada às 20:58 com mais informações)
Ver comentários
Saber mais BPI Santoro Isabel dos Santos
Mais lidas
Outras Notícias