Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JP Morgan paga mais 1,3 mil milhões de euros para resolver diferendo sobre Lehman Brothers

A JP Morgan Chase vai pagar mais de 1,31 mil milhões de euros para solucionar uma parte de um processo em que era acusada de retirar um montante de liquidez considerado crítico nos últimos dias do Lehman Brothers.

Bloomberg
Negócios 26 de Janeiro de 2016 às 15:07
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

A JP Morgan Chase vai pagar mais de 1,31 mil milhões de euros (1,42 mil milhões de dólares) para resolver em parte um processo judicial em que o banco era acusado de ter retirado um volume de liquidez considerado crítico para o Lehman Brothers, dias antes do banco cair, em Setembro de 2008, de acordo com a Reuters.

Este acordo foi tornado público segunda-feira, 25 de Janeiro, e requer ainda a aprovação por parte do juiz norte-americano de falências Shelley Chapman. A Bloomberg escreve que as duas partes, entretanto, já pediram ao juiz que aprove o entendimento alcançado entre as duas entidades.

Com a decisão alcançada pelas duas instituições uma parte considerável do processo judicial em que a JP Morgan é acusada de explorar a sua vantagem, por ser um dos principais credores do banco, antes deste ter entrado em colapso, para retirar milhares de milhões de dólares de colaterais. 

No processo que os credores actuais do Lehman moveram contra o banco era alegado que a JP Morgan não precisava destes colaterais e teve um lucro inesperado graças ao Lehman. Os advogados da instituição que entrou em falência em 2008 alegam nos documentos que apresentaram em tribunal, segundo a Reuters, que "apesar deste acordo não ser a resolução total dos litígios entre as partes, coloca fim a uma parte significativa".

Este acordo, segundo as agências internacionais, surge depois de em Outubro um juiz norte-americano ter decidido a favor da JP Morgan, alegando que os grandes bancos não tinham de manter o Lehman à tona.


Uma fonte anónima, citada pela Reuters, indicou que o pagamento deste montante não deverá ter efeito nos resultados do JP Morgan.

Ver comentários
Saber mais Lehman Brothers; JP Morgan processo judicial acordo
Outras Notícias