Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Licínio Pina reeleito por mais três anos no Crédito Agrícola

O actual presidente executivo do grupo financeiro cooperativo vai manter-se no cargo por mais três anos. A tomada de posse deverá decorrer a 29 de Dezembro.

Sofia Henriques
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 14 de Dezembro de 2015 às 17:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Licínio Pina vai continuar à frente dos destinos do Crédito Agrícola. O presidente executivo da instituição financeira cooperativa há três anos viu ser-lhe renovado o mandato até 2018.

 

"Aprovada com 93,3% dos votos em assembleia-geral, no passado sábado, a única lista para os órgãos sociais da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, encabeçada no conselho de administração executivo por Licínio Pina, deverá tomar posse a 29 de Dezembro", assinala um comunicado enviado às redacções pelo grupo.

 

A Caixa Central é a que tem funções de supervisão, orientação e acompanhamento das restantes caixas de Crédito Agrícola dispersas pelo país. Segundo o site oficial, há 82 caixas que estão presentes em 675 agências em todo o país. O grupo bancário com presença na área seguradora e de gestão de activos tem, aliás, uma das maiores redes de balcões nacionais, que o presidente executivo, agora reeleito, explicou em Março dever-se ao facto de ser um banco de "nicho" e pela actividade "diferenciada". Parte do negócio está virada para a área rural e sector primário. 

 

A equipa agora reeleita é a que tem estado em funções até aqui: Licínio Pina tem como vogais do conselho de administração executivo Renato Feitor, José Alexandre, Sérgio Frade e Ana Paula Ramos. Quando foi eleito em Janeiro de 2013, Pina apostou numa reestruturação no grupo, fundindo caixas que estavam em dificuldade financeira.

 

Além da equipa de gestão executiva, foi eleita a nova composição da mesa da assembleia-geral, liderada por Nuno Carrilho e do conselho geral e de supervisão, presidido por Carlos Courelas (que já aí se encontrava).

 

Nos primeiros seis meses do ano, o grupo apurou um lucro de 25,6 milhões de euros, melhorando 16% face ao mesmo período de 2014. 


(Notícia rectificada às 18h00: ainda não foi eleito presidente do conselho consultivo - sê-lo-á apenas após a tomada de posse dos órgãos sociais)

Ver comentários
Saber mais Licínio Pina Crédito Agrícola Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo
Outras Notícias