Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros do Banco Best crescem 15% para 2,2 milhões

O Banco Best fechou a primeira metade do ano com lucros de 2,2 milhões de euros, o que traduz uma subida de 15% face ao registado no primeiro semestre de 2017. Os depósitos de clientes apresentaram um crescimento de 22%, somando 544 milhões.

Correio da Manhã
Negócios jng@negocios.pt 08 de Agosto de 2018 às 14:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O Banco Best obteve lucros de 2,2 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, o que traduz uma subida de 15% face ao registado no primeiro semestre de 2017, informou esta quarta-feira, 8 de Agosto, a instituição financeira.

Em comunicado, o banco presidido por Madalena Torres destaca os activos sob gestão, que superam os dois mil milhões de euros, e, em particular, o crescimento de 22% nos depósitos de clientes, para um valor de 544 milhões de euros.

O rácio de transformação de depósitos em crédito cifrou-se em 27,7%, enquanto o rácio Core Tier 1, que mede a solvabilidade, situou-se em 37,7%, sendo este um valor provisório, assinala o banco electrónico do Novo Banco.

"No primeiro semestre destacamos a prioridade conferida à inovação. O Best foi pioneiro na oferta da opção de abertura de conta por video-chamada e, em Junho, apresentou ao mercado um novo site, mais apelativo, com novas funcionalidades e utilizando ferramentas de marketing digital", refere Madalena Torres, citada no comunicado.

O valor global investido em fundos de investimento ultrapassou os 849 milhões de euros, refere ainda o Best, que sublinha a reestruturação "de toda a oferta de contas de depósitos à ordem e de cartões, mantendo-se a gratuitidade nas comissões de gestão das contas 100% digitais" realizada no primeiro trimestre.

Ver comentários
Saber mais Novo Banco Banco Best Madalena Torres lucros banca online
Outras Notícias