Banca & Finanças Lucros do grupo Santander descem 14% no primeiro semestre

Lucros do grupo Santander descem 14% no primeiro semestre

O grupo bancário espanhol Santander obteve um lucro de 3.231 milhões de euros no primeiro semestre do ano, menos 14% do que há um ano, depois de ter constituído provisões de 814 milhões para custos de reestruturação.
Lucros do grupo Santander descem 14% no primeiro semestre
Reuters
Lusa 23 de julho de 2019 às 07:51

Na informação que enviou hoje de manhã à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) espanhola, o grupo sublinha que se fossem excluídos estes encargos não recorrentes teria tido um lucro de 4.045 milhões de euros.

 

As provisões incluem custos de reestruturação em Espanha (600 milhões), no Reino Unido (26 milhões), e seguros de proteção de pagamentos no Reino Unido (80 milhões), assim como os 108 milhões que já tinham sido anunciados no primeiro trimestre do ano.

 

Em Portugal, o resultado corrente aumentou 14%, para 260 milhões de euros, enquanto os custos continuaram a diminuir, segundo o relatório de atividade do primeiro semestre.

 

O Santander sublinha que no segundo trimestre o número de clientes aumentou em um milhão, alcançando um total de 142 milhões, "mais do que qualquer outro banco na Europa e na América".

 

O rácio de capital CET1 do Santander atingiu os 11,30% em 30 de junho último, 50 pontos básicos mais do que há um ano, e o grupo "mantém-se como um dos bancos mais rentáveis e eficientes do mundo", com uma taxa de retorno do capital tangível (RoTE) corrente de 11,7% e um rácio de eficiência de 47,4%.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI