Banca & Finanças Nuvens que adiaram a venda do Novo Banco já desapareceram?
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Nuvens que adiaram a venda do Novo Banco já desapareceram?

Ao fim de nove meses, o Banco de Portugal decidiu suspender a venda do Novo Banco. E enumerou um conjunto de razões para o adiamento. Desde a China, até à Grécia, mas passando sobretudo pelos testes de "stress". Algumas das nuvens estão quase afastadas, mas há outras.
Nuvens que adiaram a venda do Novo Banco já desapareceram?
Miguel Baltazar/Negócios
Raquel Godinho 16 de novembro de 2015 às 00:01

Quando, em Setembro, suspendeu o processo de venda do Novo Banco, o Banco de Portugal enumerou os factores por trás desta decisão. Alguns deles já não representam o mesmo grau de risco, enquanto outros serão clarificados

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI