Banca & Finanças Passos Coelho admite manter Carlos Costa no Banco de Portugal

Passos Coelho admite manter Carlos Costa no Banco de Portugal

Nem o colapso do BES leva o primeiro-ministro a afastar a hipótese de reconduzir o governador do Banco de Portugal. O CDS não está satisfeito, mas deverá seguir o parceiro de coligação, diz o Diário de Notícias.
Passos Coelho admite manter Carlos Costa no Banco de Portugal
Miguel Baltazar
Negócios 19 de maio de 2015 às 09:43

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, admite manter Carlos Costa no Banco de Portugal. A notícia é avançada pelo Diário de Notícias desta terça-feira, 19 de Maio. 

 

Como escreve o jornal, a um mês do final do mandato do governador do Banco de Portugal, a recondução de Carlos Costa "ganha força e adeptos".

 

À cabeça dos mesmos estará Pedro Passos Coelho, "que parece imune" às consequências do colapso do Banco Espírito Santo e às conclusões da respectiva comissão parlamentar de inquérito.

 

Apesar de o CDS ter fortes reservas quanto a esta recondução, o aliado de coligação não deverá abrir conflito nesse sentido, especifica a publicação citando fonte do partido.

 

O Diário de Notícias cita ainda uma entrevista do primeiro-ministro ao semanário Sol, publicada na semana passada, onde este destacou as qualidades do actual governador. O país "deve [a Carlos Costa] o facto de não ter fingido que não via o que se estava a passar e de ter intervindo de forma a salvaguardar a estabilidade financeira", recupera o jornal.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI