Banca & Finanças Políticos alemães preocupados com o Deutsche Bank

Políticos alemães preocupados com o Deutsche Bank

O impacto da multa aplicada pelos Estados Unidos na saúde financeira do maior banco alemão está a gerar preocupações entre os políticos alemães, avança a Bloomberg.
Políticos alemães preocupados com o Deutsche Bank
Bloomberg
Negócios com Bloomberg 22 de setembro de 2016 às 19:51

Os políticos alemães estão preocupados com o Deutsche Bank. A notícia é avançada pela Bloomberg, que cita relatos de várias pessoas que participaram numa reunião à porta fechada entre deputados do SPD, partido que integra a coligação governamental liderada por Angela Merkel.

 

Nesta reunião foi discutido o impacto da multa de 14 mil milhões de dólares que os Estados Unidos pretendem aplicar ao Deutsche Bank, tendo gerado preocupação se o banco alemão tem reservas suficientes para enfrentar este custo legal.

 

Diz a agência de notícias que o facto de o tema ter sido discutido nesta reunião ilustra as preocupações dos políticos com a saúde financeira do maior banco do país. O tema não é novo e têm sido várias as declarações dos políticos alemães a defender o Deutsche Bank.

 

Sobretudo do ministro das Finanças. Wolfgang Schäble pediu aos Estados Unidos uma decisão justa sobre a conduta do banco no país. A 9 de Fevereiro, após dias de fortes quedas das acções do Deutsche Bank, afirmou que "não estava preocupado" com o maior banco do país.

 

A Bloomberg lembra que antes de se saber que os EUA queriam aplicar uma multa recorde de 14 mil milhões de dólares, o Deutsche Bank já estava na lista dos bancos europeus com os piores rácios de capital.

 

As acções do Deutsche Bank atingiram mínimos históricos este ano, com os investidores a desconfiarem da capacidade do banco em conseguir angariar capital. Este ano perdeu perto de metade do valor em bolsa e está actualmente avaliado em 16 mil milhões de euros.

 

O banco alemão constituiu uma provisão de 5,5 mil milhões de euros para enfrentar custos legais e já fez saber que vai contestar a multa aplicada pelos EUA, afirmando que não aceitará pagar valores próximos deste montante.

 

Apesar de o Deutsche Bank ter sido tema de conversa entre os deputados do SPD, a Bloomberg assinala que o Governo alemão tem preferido optar por manter o silêncio sobre o maior banco alemão.

 

Na terça-feira houve uma reunião à porta fechada da comissão de finanças do Parlamento alemão, que contou com a participação do ministro das Finanças, sendo que o Deutsche Bank não foi debatido.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI