Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PQP: "Ricardo Salgado tem um problema: não lida maravilhosamente com a verdade"

O início da guerra pelo controlo da Semapa, que Queiroz Pereira diz existir mas que Salgado recusa ter ocorrido, é um "exemplo vivo" do facto de o ex-banqueiro "lidar mal com a verdade", segundo o empresário dono da Portucel.

Bruno Simão/Negócios
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 10 de Dezembro de 2014 às 17:59
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...

"O dr. Ricardo Salgado tem um problema: não lida maravilhosamente com a verdade". A frase foi dita por Pedro Queiroz Pereira, empresário proprietário da Portucel e da Secil, que entrou em ruptura com o ex-presidente do BES em 2013, depois de anos em que as famílias de ambos foram aliadas.

 

"Tem outras qualidades. Onde o grupo também chegou é a ele que deve muito", acrescentou. Mas, na comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do GES, deu um "exemplo vivo" daquela que Queiroz Pereira disse que é a falta de ligação à verdade de Salgado.

 

"Durante dez anos, andou-me a dizer que eram off-shores [que eram accionistas do grupo Queiroz Pereira]. Mas as off-shores eram ele", disse em resposta ao deputado comunista Miguel Tiago.

 

Na sua audição, Queiroz Pereira fez o relato da história. Em 2000 e 2001, o Banco Espírito Santo fez um aumento de capital. "Como aconteceu com outros bancos da praça, o BES financiou ‘off-shores’ para virem ao aumento de capital". O empresário diz não ter forma de o provar – "é a minha convicção".

 

Uma das suas irmãs, Margarida Queiroz Pereira, vendeu acções de sociedades que controlavam a Semapa (Sodim e Cimigest) no início do século a três off-shores. A titularidade passou para três off-shores, que passaram a ser representadas pelo BES.


"Pergunto a Ricardo Salgado, representante desta posição, quem são: ‘Não te preocupes, nós representamos, estamos do teu lado", confidenciou ainda, dizendo que era, por exemplo, um empresário da Noruega que não queria ser conhecido. "Mas eu vou lá. Vou lá à Noruega perguntar se está satisfeito". "Não, não, ele não quer ser conhecido", terá respondido Salgado.

 

"No fundo, eu sabiam quem eram". Como? "Quando cheguei ao Dr.Ricardo Salgado a dizer: está aqui uma proposta para comprar a esses senhores. Muito generosa". Salgado terá reagido dizendo que "eles não querem receber propostas". 

Ver comentários
Saber mais Pedro Queiroz Pereira BES GES Ricardo Salgado
Outras Notícias