Banca & Finanças Prejuízos das cheias no Algarve já chegam a dez milhões

Prejuízos das cheias no Algarve já chegam a dez milhões

As cheias no Algarve, sentidas sobretudo em Albufeira, já levaram à participação de mais de 1.000 sinistros. Os seguros accionados na primeira semana após as chuvas de 1 de Novembro cobrem perdas de dez milhões de euros.
Prejuízos das cheias no Algarve já chegam a dez milhões
Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Gago 09 de novembro de 2015 às 18:07
Na primeira semana após as cheias que afectaram a região do Algarve a 1 de Novembro, foram accionados seguros que cobrem mais 1.000 sinistros, com valores associados de dez milhões de euros, de acordo com dados divulgados pela Associação Portuguesa de Seguradores (APS), em comunicado divulgado esta segunda-feira, 9 de Novembro.

Os prejuízos de dez milhões de euros já identificados correspondem às indemnizações já pagas pelas companhias de seguros em causa e a provisões constituídas para fazer face aos custos com estes sinistros.

A APS alerta que "tudo indica, porém, que o apoio da actividade seguradora às vítimas desta catástrofe se venha a estender muito para além desta ordem de grandeza, com a resposta a outros proprietários, até então envolvidos em tarefas prioritárias ou ainda sem contacto com as consequências do sinistro, nomeadamente em habitações de férias", refere em comunicado.

A maior fatia das perdas cobertas pelos seguros já accionados corresponde a sinistros em estabelecimentos comerciais e industriais, "os mais afectados em termos de danos económicos", em que os prejuízos ascendem a 7,8 milhões de euros, adianta a associação liderada por Pedro Seixas Vale (na foto).

"Dos processos já abertos, quase 500 incidiam sobre danos em habitações, com valores da ordem dos 2,4 milhões de euros", refere a APS, detalhando ainda que há registo de "danos provocados em quase 150 automóveis cobertos por apólices apropriadas", com prejuízos associados de mais de 300 mil euros.

No levantamento, que pretende actualizar nas próximas semanas, a associação das empresas de seguros adianta ainda que "muitos outros imóveis e veículos terão sido igualmente atingidos por este violento evento climático, apanhando os seus proprietários sem protecção financeira para acorrer aos respectivos prejuízos".



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI