Banca & Finanças PS avança com Eurico Brilhante Dias para deputado relator do Banif

PS avança com Eurico Brilhante Dias para deputado relator do Banif

Ao contrário dos últimos anos, e sob um novo Governo, é à esquerda que deverá caber a nomeação do deputado que fica responsável pelo relatório de uma comissão de inquérito. Brilhante Dias é a proposta socialista.
PS avança com Eurico Brilhante Dias para deputado relator do Banif
Diogo Cavaleiro 21 de março de 2016 às 20:41

Eurico Brilhante Dias (na foto) é o nome que o Partido Socialista vai avançar para relator da comissão de inquérito ao Banif. Na última legislatura, os responsáveis foram sempre deputados do PSD. No novo Governo, a escolha deverá recair sobre a esquerda, nomeadamente o PS. E o grupo socialista já tem uma proposta, que poderá precisar do PCP e do BE para seguir em frente.

 

Os deputados da comissão parlamentar de inquérito ao Banif vão voltar a reunir-se esta terça-feira, 22 de Março, com vários temas na ordem de trabalho. A nomeação do relator é um dos aspectos a decidir.

 

O PS já decidiu qual o nome a avançar: Eurico Brilhante Dias, que era próximo do antecessor de António Costa na liderança socialista (António José Seguro). A nomeação, confirmada pelo Negócios e também noticiada pelo Diário de Notícias, poderá ter de contar com o "sim" do PCP e do BE se o PSD e o CDS avançarem com uma indicação concorrente. 

 

Com a nova formação parlamentar, é a esquerda que tem a maioria (o que permitiu a formação do Governo de António Costa). Nas comissões parlamentares, incluindo as de inquérito, esta formação replica-se. Assim, o PS, o PCP e o BE ficam com mais um deputado do que o PSD e o CDS. Mas os primeiros precisam de se apoiar caso haja propostas contrárias da direita. 

Na anterior legislatura, foram deputados social-democratas os nomeados. No BES, o relator foi o deputado Pedro Saraiva, do grupo parlamentar PSD. O mesmo tinha acontecido também na comissão dos "swaps" subscritos por empresas públicas, que teve a social-democrata Clara Marques Mendes como relatora.

 

Havendo um "sim" da esquerda a Brilhante Dias, é um deputado do PS a escrever o relatório de uma comissão de inquérito que já começou com acusações políticas.

  

Até aqui, a política partidária tem marcado os debates em torno do Banif. O actual Governo e as esquerdas que o suportam atacam o Executivo de Passos Coelho e Paulo Portas de inacção em torno da ajuda estatal concedida em 2013. Em sentido inverso, a acusação visa o uso de dinheiro público (2.255 milhões de euros) na resolução aplicada a 20 de Dezembro de 2015. 

 

Depois da reunião desta terça-feira, haverá outros encontros dos deputados na próxima. A 29 de Março iniciam-se as audições, sendo que o pontapé de partida será dado por Joaquim Marques dos Santos, sucessor do fundador Horácio Roque na liderança do Banif, e por Jorge Tomé, o último presidente executivo antes da aplicação da medida de resolução.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI