Banca & Finanças PS promete usar todos os meios para ter avaliação ao BdP no caso BES

PS promete usar todos os meios para ter avaliação ao BdP no caso BES

"Não vamos desistir. Recorreremos aos meios disponíveis" para ter acesso à auditoria de avaliação do desempenho do Banco de Portugal no caso BES, prometeu o deputado socialista Pedro Nuno Santos. O governador do Banco de Portugal justificou a não divulgação do documento completo pelo facto de estar em causa o sigilo bancário e o segredo de supervisão.
PS promete usar todos os meios para ter avaliação ao BdP no caso BES
Bruno Simão
Maria João Gago 12 de junho de 2015 às 15:21

"Há matérias protegidas pelo sigilo bancário. Tudo o que havia sobre as recomendações foi publicitado." Foi assim que Carlos Costa começou por responder ao Partido Socialista, depois de Pedro Nuno Santos ter questionado a política de transparência do actual e futuro governador. "O restante conteúdo constará do livro branco", garantiu o responsável.

"Se fosse uma avaliação positiva, tinha-a revelado", criticou o deputado socialista.

"Estou tranquilo quanto aos resultados dessa auditoria", sublinhou Carlos Costa. "Abrange matéria que está protegida pelo sigilo da supervisão. A classificação do documento é igual à de outros países mais transparentes na Europa."

Pedro Nuno Santos garantiu: "Não vamos desistir. Recorreremos aos meios disponíveis" para obter a auditoria completa. O PS quer ver "até onde está disponível para ir [o governador] em termos de transparência e prestação de contas".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI