Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSD apela ao Banco de Portugal para que aplique cortes nos subsídios de férias e Natal

Depois do CDS e PS, agora foi a vez do PSD apelar ao Banco de Portugal para que aplique os cortes nos subsídios de férias e de Natal previstos no Orçamento do Estado.

Lusa 12 de Janeiro de 2012 às 16:31
  • Partilhar artigo
  • 12
  • ...
O PSD apelou hoje ao Banco de Portugal para que aplique os cortes nos subsídios de férias e de Natal previstos no Orçamento do Estado para 2012 para todo o sector público e para os pensionistas.

Esta posição foi assumida pelo vice-presidente do grupo parlamentar do PSD Luís Menezes depois de o Jornal de Negócios ter divulgado na segunda-feira que o Banco de Portugal decidiu não aplicar os cortes nos subsídios de férias e de Natal aos seus trabalhadores.

"Apelamos ao Banco de Portugal para que se junte a esse esforço que os funcionários públicos e que os pensionistas portugueses vão ter de fazer para ajudar o país a sair da situação em que está em 2012, independentemente de qualquer enquadramento legal que permita isso", declarou Luís Menezes aos jornalistas, no Parlamento.

Luís Menezes reforçou o pedido ao Banco de Portugal para que este "se junte aos restantes portugueses, mais concretamente aos funcionários públicos e aos pensionistas, neste esforço que vai ser pedido a todos durante o ano de 2012", que o PSD espera que "seja compreendido e partilhado por todos".

O CDS-PP, parceiro de coligação do PSD, já tinha reagido à notícia do Jornal de Negócios, dirigindo na quarta-feira um requerimento ao governador do Banco de Portugal.

Nesse requerimento, os democratas-cristãos pedem que o Banco de Portugal esclareça se vai ou não "participar no esforço de consolidação orçamental" aplicando aos seus trabalhadores os cortes nos subsídios de férias e de Natal decididos pelo Governo PSD/CDS-PP.



Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal CDS PS CDS Subsídios
Outras Notícias