Banca & Finanças PSD chama António Costa ao Banif em resposta a inquirição a Passos Coelho

PSD chama António Costa ao Banif em resposta a inquirição a Passos Coelho

O deputado Carlos Abreu Amorim vai solicitar a audição do actual primeiro-ministro na comissão de inquérito ao Banif. É a resposta à convocação feita pelo PCP a Pedro Passos Coelho.
PSD chama António Costa ao Banif em resposta a inquirição a Passos Coelho
Bruno Simão
Diogo Cavaleiro 17 de fevereiro de 2016 às 16:41

O Partido Social Democrata vai chamar António Costa à comissão de inquérito ao Banif, em resposta ao facto de o Partido Comunista Português ter convocado Pedro Passos Coelho.

 

"Se existe vontade em chamar o Dr. Passos Coelho, e tentar subir o patamar ao nível dos primeiros-ministros, então o actual primeiro-ministro tem de vir", declarou Carlos Abreu Amorim à margem da audição da comissão parlamentar de inquérito desta quarta-feira, 17 de Fevereiro.

 

"Lamentamos que não seja o próprio PCP a pedir e temos de ser nós a fazê-lo", rematou o deputado social-democrata, afirmando que quer evitar que a comissão se torne num "arremesso político".

 

Os deputados comunistas solicitaram a chamada de Passos Coelho na lista de mais de 30 audições. Na audição, Miguel Tiago explicou que o antigo primeiro-ministro foi convocado "pelas sucessivas declarações que tem vindo a fazer sobre o processo". Este fim-de-semana, Passos Coelho deu uma entrevista em que adiantou que, quando saiu do Governo, o Banif dava lucros.


Miguel Tiago considerou que não é "útil ouvir António Costa só porque é útil ouvir Passos Coelho". Da mesma forma, não vê utilidade em ouvir Jean Claude Juncker, actual presidente da Comissão Europeia, só porque o PCP convocou Durão Barroso. 

 

A chamada de António Costa junta-se, assim, à lista que o PSD já tinha avançado, em que se enquadra, por exemplo, o director de informação da TVI.

 

Os partidos estão a avançar as suas listas e ficou acordado, entre todos, que os vários nomes chamados seriam aceites.  

A comissão de inquérito ao Banif vai olhar para os últimos anos de vida do Banif incluindo a recapitalização de 2011, cujo não reembolso do dinheiro emprestado desecandeou a medida de resolução, que passou pela divisão do banco e entrega da principal parte do negócio ao Santander Totta.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI