Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Quatro bancos em Espanha têm 3,5 mil milhões em imobiliário no balanço

Os quatro bancos espanhóis que foram nacionalizados têm activos imobiliários em balanço no valor de 3,5 mil milhões de euros, segundo dados do primeiro semestre citados pelo "Cinco Días".

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 14 de Novembro de 2012 às 16:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O valor das propriedades imobiliárias dos quatro bancos que foram nacionalizados ascende a 3,5 mil milhões de euros, segundo os dados citados pelo jornal espanhol “Cinco Días”, relativos a 30 de Junho e publicados pelos bancos junto do regulador do mercado de valores mobiliários (CNMV, na sigla espanhola).

O número de habitações que o Bankia, Catalunya Caixa, NovaCaixaGalicia e Banco de Valência detêm no balanço pode ascender a 18 mil, estima o “Cinco Días”, que assume um preço médio por habitação de 200 mil euros. A publicação espanhola esclarece que nem todas as casas em balanço resultam de desalojamentos, já que muitas terão sido entregues para pagamento em dação e outras correspondem a segundas habitações de famílias.

O banco NovaGalicia diz que só recorre ao pagamento em dação das habitações em caso de especial vulnerabilidade, sendo que esta é a “a última opção”. O habitual é renegociar as condições do contrato hipotecário.

O Bankia disse ao jornal espanhol que recebeu 4.300 pedidos de entrega de casas em dação, ou seja, para liquidar o saldo em dívida com os bancos, em 2011 e 2012. Além disso, desde 2010, o banco já renegociou as condições de 80 mil contratos hipotecários.

O Bankia detém 1,493 mil milhões de euros em propriedades imobiliárias em balanço, enquanto o Catalunya Caixa detém 1,476 mil milhões de euros, segundo os dados do final de Junho. O NovaCaixaGalicia detém 446 milhões de euros em propriedades imobiliárias, sendo que os dados divulgados por este banco correspondem a Dezembro de 2011. O Banco de Valência é o que tem menor exposição, com 133 milhões de euros em imóveis.
Ver comentários
Saber mais Bankia Catalunya Caixa NovaCaixaGalicia Banco de Valência banca imobiliário
Outras Notícias