Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda das provisões provoca subida de 77% nos lucros do Santander

Banco espanhol obteve lucros de 3,31 mil milhões de euros nos primeiros nove meses do ano. Emilio Botín diz que o Santander está preparado para um novo cenário de melhoria da rentabilidade.

Dado Galdieri/Bloomberg
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 24 de Outubro de 2013 às 11:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O Banco Santander terminou os primeiros nove meses do ano com lucros de 3,31 mil milhões de euros, um crescimento de 77% face ao mesmo período do ano passado. Tendo em conta apenas o terceiro trimestre, os lucros dispararam de 122 milhões de euros para 1,06 mil milhões de euros.

 

Citado pelo “El País”, o presidente do banco assinalou que “depois de vários anos de um forte saneamento e fortalecimento do capital, o Banco Santander está preparado para um novo cenário de melhoria da rentabilidade”.

 

A subida dos lucros ficou a dever-se sobretudo à queda nas provisões, em resultado da descida do crédito malparado, sobretudo em Espanha.  

 

Ao nível da actividade operacional, a evolução do Santander ainda é negativa. A margem bruta desceu 3% para 30,3 mil milhões de euros nos primeiros nove meses. No terceiro trimestre a margem financeira caiu 14% para 19,7 milhões de euros e ficou abaixo do esperado pelos analistas.

 

Aos jornalistas o CEO do banco, Javier Marín, afirmou que o processo de reestruturação da rede bancária, com a integração do Banesto, que prevê o fecho de 450 agências até ao final do ano, vai ser acelerado.

 

No Brasil os lucros desceram perto de 24% para 1,3 mil milhões de euros. O banco obtém mais de metade dos lucros na América Latina.

 

As acções do Santander caem 0,87% para 6,483 euros. 

Ver comentários
Saber mais Banco Santander Santander Javier Marín Banesto América Latina
Outras Notícias