Banca & Finanças Ramalho: "Investidor ficará satisfeito com obrigações de menor risco" do Novo Banco

Ramalho: "Investidor ficará satisfeito com obrigações de menor risco" do Novo Banco

O presidente do Novo Banco acredita que a oferta de troca de dívida que é necessário concretizar para concluir a venda da instituição será feita. "Um investidor ficará satisfeito se tiver activo de menor risco".
Maria João Gago 12 de abril de 2017 às 17:48

António Ramalho está confiante no sucesso da oferta de troca de dívida que é condição precedente à conclusão da venda do Novo Banco. E deu um exemplo para demonstrar a sua posição: "se uma obrigação tem uma taxa de 7,5% é porque há risco nesse activo. Acredito que o investidor ficará satisfeito se ficar com um activo de menor risco".

 

O presidente do Novo Banco admitiu assim que pode haver uma troca de dívida por títulos com menor risco, ao contrário da ideia que tem passado no mercado e do que foi transmitido pelo próprio ministro das Finanças. Quando confrontado com esta contradição, o banqueiro limitou-se a afirmar que "é necessário esperar pelo desenho final da operação".

 

António Ramalho revelou ainda que as linhas de obrigações abrangidas por esta oferta de troca estão avaliadas em 3.200 milhões nas contas do Novo Banco no final de 2016.

Apesar do Governo salientar o carácter voluntário na adesão dos obrigacionistas à troca de dívida, certo é que a alternativa é não haver negócio de venda à Lone Star.


 

 

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI