Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Recusa da desblindagem atira acções do BPI a valor mais baixo desde anúncio da OPA

Os títulos do Banco BPI estavam a negociar em alta esta quarta-feira mas logo passaram para terreno negativo, caindo 4% depois de rejeitada a alteração dos estatutos essencial para a OPA do CaixaBank.

1690 – BPI - O BPI, tal como o BCP, desceu na classificação, mas pouco. A instituição liderada por Fernando Ulrich desceu de 1.654 para a posição 1.690 na lista das maiores empresas do mundo da Forbes.
Bruno Simão
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 17 de Junho de 2015 às 11:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O Banco BPI está a negociar com uma queda expressiva depois de recusada, pelos accionistas, a desblindagem dos estatutos, condição de eficácia da oferta pública de aquisição lançada pelo CaixaBank sobre o banco português.

 

As acções do BPI estão a ceder 3,33% para negociarem nos 1,276 euros, tendo recuado já mais de 4%, altura em que tocaram nos 1,267 euros. É a cotação mais baixa desde o dia do anúncio da OPA, a 17 de Fevereiro deste ano. 

 

O comportamento das acções estava a ser positivo nesta quarta-feira, com os títulos a valorizar mais de 2,5% no arranque da sessão. Contudo, pelas 10h30, quando foi noticiado que o único ponto da agenda da assembleia-geral do BPI foi rejeitado, a queda sentiu-se.

 

Na oferta, os catalães oferecem uma contrapartida de 1,329 euros aos accionistas do banco. Um valor do qual as acções do BPI se afastaram esta quarta-feira, 17 de Junho, depois de chumbada a proposta de alteração dos estatutos, que permitia ao CaixaBank ter direitos de voto idênticos à sua posição no capital (44,1%), já que, neste momento, os accionistas não podem votar com mais de 20% dos votos.

 

Com o chumbo da desblindagem, o banco do La Caixa tem de ponderar alternativas caso queira levar adiante a OPA. O preço é contestado pela segunda maior accionista, a Santoro, de Isabel dos Santos. 

Ver comentários
Saber mais BPI OPA La Caixa Santoro Isabel dos Santos CaixaBank
Mais lidas
Outras Notícias