Banca & Finanças Relatório do Banif aprovado pela esquerda com voto contra do PSD

Relatório do Banif aprovado pela esquerda com voto contra do PSD

O CDS absteve-se na votação final do relatório da comissão de inquérito. O documento de Eurico Brilhante Dias contou com a aprovação do PS mas também do BE e PCP. 
Relatório do Banif aprovado pela esquerda com voto contra do PSD
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 28 de julho de 2016 às 15:32

Já não foi como no Banco Espírito Santo (BES). A comissão de inquérito ao Banif não reuniu os elogios ao relatório final que, apesar de aprovado, teve o voto contra do maior partido.  

 

O PSD votou contra na votação final global, aliás, como já tinha anunciado. O CDS absteve-se na votação final global do relatório. A esquerda, com PS, BE e PCP, aprovou toda o relatório.

 

Esta foi também a distribuição de votos na votação da parte das conclusões e das recomendações. Na votação da parte da descrição dos factos não teve votos contra. O PS juntou-se ao BE e ao PCP para aprovar as primeiras 258 páginas do relatório final. Já o PSD e o CDS optaram por se abster.

 

Os dois partidos da direita acusaram que o relatório tentou fazer uma "partidarização". O PSD apresentou mesmo uma declaração de voto em que tirou as suas próprias conclusões. Há, por exemplo, uma "tabela de inverdades" do ministro das Finanças, Mário Centeno. Já o PCP e o BE alinharam na opinião de que era preciso dar mais força à necessidade de recuperação de soberania face às instituições europeias.

 

Na discussão do relatório preliminar, na segunda-feira 25 de Julho, já se tinha percebido que, apesar dos elogios ao trabalho "sério", não havia consenso. Houve propostas de alteração dos partidos. "Acolhi larga grande maioria das sugestões", garantiu.

 

Na comissão ao BES e ao Grupo Espírito Santo, o relatório do social-democrata Pedro Saraiva contou com os votos favoráveis da então maioria PSD e CDS mas também do PS. O BE absteve-se e o PCP foi o único a votar contra. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI