Banca & Finanças Ricciardi acusa Marcelo Rebelo de Sousa de mentir

Ricciardi acusa Marcelo Rebelo de Sousa de mentir

José Maria Ricciardi tece duras críticas a Marcelo Rebelo de Sousa, que fez comentários sobre o caso GES. O presidente do BESI acusa o comentador político de mentir, sugerindo que o comentador político está incomodado pela sua ligação a Ricardo Salgado.
Ricciardi acusa Marcelo Rebelo de Sousa de mentir
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 15 de dezembro de 2014 às 08:28

Marcelo Rebelo de Sousa, no seu comentário semanal habitual, na TVI, comentou o caso BES e a comissão parlamentar de inquérito depois de a semana ter ficado marcada pelas audições de Ricardo Salgado, José Maria Ricciardi, Pedro Queiroz Pereira e Morais Pires.

 

Ricciardi acusa Marcelo Rebelo de Sousa de duas mentiras: a primeira é que "o BESI, ao contrário do que disse, nunca avalizou a emissão e colocação do papel comercial do GES."

 

Em causa estão as afirmações do comentador político quando disse que: Ricciardi era o presidente do BESI, que "avalisou todas as operações comerciais do GES." E "o presidente de um banco que deu o aval a obrigações que hoje levantam dúvidas, porque a emissão dessas obrigações e o tempo mostra o grau de endividamento do grupo, nomeadamente na fase final… como é que pôde não acompanhar esse processo de muito perto?"

 

A outra questão está relacionada com a permanência de Ricciardi no GES. "Outra vez ao contrário do que disse, não só manifestei formalmente em Fevereiro de 2014 ao Banco de Portugal a minha indisponibilidade para continuar no BES, se não fosse alterado o modelo de governação, como ainda suspendi o meu mandato de administrador da ESI em Fevereiro de 2014 e apresentei a minha demissão no mês seguinte."

 

"Tendo entrado em ruptura com Ricardo Salgado porque é que depois fez as pazes e não voltou a demarcar-se nem saiu da gestão de nenhuma das empresas do GES, nem do BES", questionou ontem à noite Marcelo Rebelo de Sousa.

 

Ricciardi termina o comunicado desejando que "não surja uma terceira mentira".

 

O início do comunicado é pautado por uma forte crítica a Marcelo Rebelo de Sousa, sugerindo que o comentador político está incomodado pela sua ligação a Ricardo Salgado. "Eu compreendo que o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa tenha muita mágoa em não poder continuar a passar as suas habituais e luxuosas férias de fim de ano na mansão à beira-mar no Brasil do Dr. Ricardo Salgado, mas essa mágoa não o autoriza a dizer mentiras a meu respeito e do banco a que presido, conforme fez no seu comentário de ontem", afirmou Ricciardi no comunicado.

 

Marcelo Rebelo de Sousa fez, no seu comentário, uma análise às quatro audições que decorreram na semana passada, tendo deixado algumas dúvidas sobre cada uma delas. Sobre Salgado afirmou que o presidente executivo do BES "era o chefe" e questionou por que razão Salgado "não tratou da sucessão mais cedo?"




pub

Marketing Automation certified by E-GOI