Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Royal Bank of Scotland quer cortar 3.500 postos de trabalho na banca de investimento

O banco que é controlado pelo Reino Unido vai eliminar postos de trabalho nas unidades de banca de investimento que dão prejuízos.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 12 de Janeiro de 2012 às 08:58
  • Partilhar artigo
  • ...
O Royal Bank of Scotland (RBS) vai encerrar ou vender as unidades de investimento aconselhamento em fusões e aquisições e na de activos financeiros.

Em consequência das reduções irá eliminar 3.500 postos de trabalho durante os próximos três anos e anunciou que, na segunda metade do ano passado, eliminou outros dois mil postos.

“As mudanças que a anunciar hoje procuram assegurar que o RBS está na linha frente do conjunto de bancos que vai perseguir a estratégia que nós acreditamos reflectir o ambiente em que esperamos operar”, disse o CEO do banco, Stephen Hester, no comunicado citado pela Bloomberg. “O nosso objectivo, com estas mudanças, é estar mais focado nos clientes, financiado de forma mais conservadora, ser mais eficiente e ter retornos melhores e mais estáveis para os accionistas.”


"Nesta fase pretendemos fazer uma redução do número de trabalhadores em cerca de 3.500, dentro e fora do Reino Unido, que vai juntar-se a um corte de aproximadamente 2.000 pessoas na divisão de investimento do Global Banking & Marktets na segunda metade de 2011", referiu o RBS em comunicado hoje divulgado.

As alterações programadas também irão reduzir o balanço do banco de 420 mil milhões de libras (508 mil milhões de euros) para 300 mil milhões de libras.

O RBS prevê ainda encerrar ou vender outras linhas de negócio, nomeadamente aquelas que estão relacionadas com os mercados de capitais, ou com a consultoria de aquisições e fusões.
Ver comentários
Saber mais Royal Bank of Scotland emprego postos trabalho Reino Unido
Outras Notícias