Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sede do BPP no Porto vendida por 3,5 milhões de euros

O Ministério das Finanças vendeu a sede do Banco Privado Português (BPP), no Porto, por 3,5 milhões de euros.

Negócios negocios@negocios.pt 15 de Novembro de 2011 às 21:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
As instalações do Banco Privado Português (BPP), na Avenida Montevideu, no Porto, que foram ocupadas várias vezes pelos clientes, estavam à venda na página da Direcção-geral dos Impostos, por um preço base de 394.611 euros.

"Prédio em propriedade total, sem andares nem divisões susceptíveis de utilização independente, com a afectação a serviços, com 3 pisos, e 15 divisões, situado na Avenida de Montevideu, nº 60 e 80, N.º 66, na freguesia de Nevogilde, concelho do Porto, com área total do terreno de 2.072 metros quadrados, área de implantação do edifício 435 metros quadrados, área bruta de construção de 1.020 metros quadrados, área bruta dependente 42 metros quadrados e área bruta privativa de 978 metros quadrados, inscrito na matriz em 1980, com o valor patrimonial de 563.730 euros", podia ler-se no anúncio publicado na página da Direcção-geral dos Impostos.

A falta de liquidez do BPP motivou a intervenção do Banco de Portugal, no final de 2008, tendo o supervisor bancário nomeado uma equipa de gestores liderada por Fernando Adão da Fonseca, que encerrou o seu ciclo na administração do BPP em meados de Abril, quando a entidade agora liderada por Carlos Costa retirou a licença bancária da instituição, tendo então sido nomeada pelo Banco de Portugal a comissão liquidatária do banco, presidida por Luís Máximo dos Santos, que definiu a lista de credores reconhecidos.
Ver comentários
Saber mais sede do BPP
Mais lidas
Outras Notícias