Banca & Finanças Supervisores impedidos de ter acções de empresas reguladas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Supervisores impedidos de ter acções de empresas reguladas

O Governo quer apertar a malha das incompatibilidades e conflitos de interesses dos supervisores financeiros. Os administradores do Banco de Portugal, Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) vão deixar de poder ter acções de empresas alvo da sua supervisão, apurou o Negócios.
Supervisores impedidos de ter acções de empresas reguladas
Miguel Baltazar/Negócios
Margarida Peixoto 16 de julho de 2018 às 23:17

A intenção do Executivo é determinar que os supervisores ficam impedidos de ter, seja directa ou indirectamente, participações sociais, interesses económicos ou direitos de voto em entidades alvo da sua supervisã

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI