Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Testes de stress à banca europeia vão ser mais "duros" e "credíveis"

A liquidez e o risco soberano são integrados na análise da robusteza financeira das instituições financeiras europeias.

Negócios negocios@negocios.pt 18 de Janeiro de 2011 às 12:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
Os próximos testes de stress à banca europeia serão mais duros do que os do ano passado. Diz a Bloomberg que o comissário da União Europeia para os serviços financeiros afirmou que, desta vez, estas avaliações terão em conta a liquidez e o risco soberano.

“Precisamos também de uma resposta credível após os testes, depois de uma fraqueza ser descoberta”, referiu na reunião dos ministros das Finanças europeus, sobre os problemas diagnosticados no teste em relação aos bancos.

O comissário prometeu ainda “a total transparência de todos os resultados, o que é um ponto essencial de credibilidade”.

As críticas aos testes de stress aos bancos europeus conhecidos em Julho de 2010 foram intensas, sendo que dos 91 bancos analisados, apenas sete não ultrapassaram os critérios exigidos – cinco entidades espanholas, uma alemã e uma grega.

Mas ainda antes de serem divulgados os resultados dos testes de solidez financeira, já o Fundo Monetário Internacional pediu mais transparência aos testes, considerando até que, após os dados, era “provável” que se mantivesse “alguma incerteza sobre o rigor dos testes”.

O investidor Jim Rogers, por exemplo, disse que a análise ao sector bancário na Europa foi “um mero exercício de relações públicas, tal como aconteceu nos Estados Unidos da América”, referindo-se aos testes de stress realizados em 2009 a bancos norte-americanos.

Ver comentários
Saber mais testes de stress banca Europa liquidez
Outras Notícias