Banca & Finanças Tomás Correia arguido? "Comentários devem ser feitos pelos próprios"

Tomás Correia arguido? "Comentários devem ser feitos pelos próprios"

José Félix Morgado recusa comentar o caso em que o presidente do seu accionista está constituído arguido. Mas garante que mantém "relações correctas" com Tomás Correia.
Tomás Correia arguido? "Comentários devem ser feitos pelos próprios"
Pedro Elias
Maria João Gago 29 de março de 2017 às 17:51

O presidente da Caixa Económica Montepio Geral recusa comentar o facto de o líder da associação mutualista que domina a instituição ser arguido num processo crime. Mas garante que "tem relações correctas" com Tomás Correia.

 

"Não conheço os detalhes desse processo. Os comentários devem ser feitos pelos próprios", afirmou José Félix Morgado, líder da Caixa Económica quando questionado sobre o processo crime em que António Tomás Correia, presidente da Associação Mutualista Montepio Geral, que domina a instituição financeira, foi constituído arguido por, alegadamente, ter recebido 1,5 milhões de euros do construtor José Guilherme.

 

O presidente da Caixa Económica garante que mantém "relações correctas" com Tomás Correia, tanto do "ponto de vista institucional como societário".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI