Banca & Finanças UBI Banca sob investigação das autoridades por suspeitas de fraude

UBI Banca sob investigação das autoridades por suspeitas de fraude

As autoridades italianas estão efectuar buscas nos escritórios do banco Unione di Banche Italiane (UBI Banca) por suspeitas de obstrução às actividades de regulação e de fraude e lavagem de dinheiro.
UBI Banca sob investigação das autoridades por suspeitas de fraude
David Santiago 14 de maio de 2014 às 11:24

A sede em Bergamo do UBI Banca, o quinto maior banco comercial italiano, está a ser alvo de buscas, desde o início da manhã desta quarta-feira, da Procuradoria daquela cidade no âmbito de duas investigações paralelas.

 

O UBI Banca, constituído em 2007 depois da união do BPU e do BL, está sob suspeita de criar obstáculos às actividades regulatórias, enquanto sob o UBI Leasing recaem suspeitas de fraude e lavagem de dinheiro.

 

No entanto, de acordo com o “Corriere della Sera”, para além da investigação à sede do UBI Banca em Bergamo, e a vários administradores do banco, também nos escritórios do presidente do conselho de supervisão do Intesa Sanpaolo, Giovanni Bazoli, e do presidente da Italcementi, Giampiero Pesenti, a polícia financeira italiana está a efectuar buscas.

 

Para além dos escritórios do UBI Leasing, a Procuradoria também está a investigar alguns ex-administradores da unidade de leasing do UBI: Giampiero Bertoli, Alessandro Maggi e Guido Cominotti, estão entre os suspeitos da prática de fraude e lavagem de dinheiro.

 

O diário “La Repubblica” nota que as suspeitas sob esta instituição financeira não são uma novidade e recorda que no passado recente o Banco Central de Itália tinha alertado as autoridades para eventuais irregularidades no UBI Leasing. Em 2012, ex-administradores e colaboradores foram sancionados com uma pena de 360 mil euros.

 

UBI duplicou lucros

 

Porém nem todas as notícias são más para o UBI Banca que conseguiu duplicar lucros no primeiro trimestre de 2014. As receitas líquidas cresceram para 58,1 milhões de euros face a 26,5 milhões no período homólogo, quando as previsões dos analistas da Bloomberg apontavam para lucros de 49,8 milhões de euros do banco sediado em Bergamo.

 

Esta manhã, já a assumir o reflexo das investigações das autoridades, o UBI está a cair 2,82% para 6,20 euros por acção, mínimos desde o início de Março.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI