Banca & Finanças UBS vai cobrar taxa a clientes com depósitos acima de meio milhão

UBS vai cobrar taxa a clientes com depósitos acima de meio milhão

O banco suíço UBS junta-se ao rival Credit Suisse na opção de taxar os clientes mais ricos com depósitos em euros, de forma a fazer face à conjuntura de juros negativos.
UBS vai cobrar taxa a clientes com depósitos acima de meio milhão
Reuters
Negócios 06 de agosto de 2019 às 09:35

O banco suíço UBS quer cobrar uma taxa aos clientes que detenham mais de 500.000 euros depositados no banco, numa altura em que os lucros estão a ser afetados por taxas de juro negativas.

 

A partir de novembro, o maior gestor de riqueza do mundo vai aplicar uma taxa de 0,6% por ano aos clientes da unidade suíça do banco, anunciou a instituição através de um comunicado. Esta taxa é superior em 20 pontos base àquela praticada pelo Banco Central Europeu, de -0,4%.

 

O objetivo do banco é alargar a base de clientes afetada pela referida taxa, a qual até agora era apenas aplicada àqueles com mais de um milhão de euros.

 

Desta forma, está no centro da mesa a discussão de como devem ser tratados os clientes mais ricos, numa altura em que as taxas de juro negativas aplicadas pelo BCE deverão alongar-se além do esperado inicialmente. O custo com as medidas de estímulo à economia promovidas pela entidade liderada por Mario Draghi está a ser passado para o segmento de clientes mais abastados dos bancos.

 

Até agora, os bancos geralmente evitavam incidir sobre a categoria de clientes mais ricos com medo de perder este negócio, incidindo sobretudo sobre clientes institucionais, com contas de centenas de milhões. Mas o UBS não é o primeiro a escolher os depositantes mais ricos como alvo: o rival Credit Suisse já anunciou também uma taxa de 0,4% para os clientes com contas acima de um milhão de euros, já a partir de setembro.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI