Banca & Finanças Banco de Portugal: Venda do Novo Banco é relançada “de imediato”

Banco de Portugal: Venda do Novo Banco é relançada “de imediato”

A publicação dos resultados dos testes de stress do Novo Banco permite ao Banco de Portugal relançar a venda do Novo Banco “de imediato”. Entidade liderada por Carlos Costa diz-se “empenhada” no sucesso da alienação.
Banco de Portugal: Venda do Novo Banco é relançada “de imediato”
Bruno Simão/Negócios

"A preparação da nova etapa do processo de venda [do Novo Banco] será iniciada de imediato, agora que está afastado um dos principais factores de incerteza que condicionou o procedimento anterior", revela o Banco de Portugal no comunicado sobre os resultados dos testes de stress à instituição.

 

A entidade de supervisão liderada por Carlos Costa adianta que o Banco de Portugal e o Fundo de Resolução, accionista único do Novo Banco, se "mantêm empenhados em garantir as condições para a venda da participação detida pelo Fundo de Resolução, no quadro de manutenção da solidez do Novo Banco".

O Banco de Portugal aproveita ainda para relativizar o facto do Novo Banco ter chumbado no cenário adverso dos testes de stress. "A insuficiência de fundos próprios no Novo Banco ocorre no caso do cenário mais adverso do teste de esforço apenas em 2017, que tem por referência um cenário hipotético, e que por natureza reflecte uma perspectiva pessimista", sublinha a instituição.

 

Para a entidade liderada por Carlos Costa, a necessidade de capital identificada se "encontra genericamente alinhada com as expectativas e reflecte a natureza específica de banco de transição que resultou da medida de resolução aplicada ao Banco Espírito Santo". Mas não deixa de reconhecer que esta "insuficiência que terá que ser suprida".

(Notícia actualizada às 11:57)



pub

Marketing Automation certified by E-GOI