Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ahold e Delhaize disparam em Bolsa com rumores de fusão

A empresa holandesa, que controla 49% da Jerónimo Martins Retalho, estará em negociações com vista a concretizar uma fusão com a belga Delhaize. As acções de ambas as companhias estão em forte alta na bolsa.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 11 de Maio de 2015 às 09:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

As acções da Royal Ahold e da Delhaize estão a negociar em forte alta na bolsa esta segunda-feira depois de terem sido publicadas notícias que dão conta que as duas companhias estão em negociações para realizarem uma fusão.

 

A Ahold dispara 7,54% para 18,535 euros, a aliviar de uma subida máxima de 10,04%. Já a belga Delhaize avança 17,65% para 85,17 euros. Subidas que elevaram a capitalização bolsista da empresa holandesa para 17 mil milhões de euros e o valor de mercado da companhia belga para 8,6 mil milhões de euros.

Os jornais belgas De Tijd e l’Echo noticiaram no Sábado que as negociações entre as duas empresas estão numa fase inicial, não estando ainda em cima da mesa o preço da operação, bem como a estrutura que poderá assumir a companhia que resultará da eventual fusão.

 

A concretizar-se, este negócio poderá ter impacto em Portugal, já que a Ahold é parceira da Jerónimo Martins. Controla 49% da Jerónimo Martins Retalho, a empresa que em Portugal é proprietária da cadeia de supermercados Pingo Doce.

 

Os analistas da Jefferies, citados pela Bloomberg, calculam que uma fusão entre a Ahold e a Delhaize pode gerar sinergias de 400 milhões de euros. Ambas as empresas estão presentes no Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo) e nos Estados Unidos, sendo que no mercado norte-americano representa para as duas empresas mais de metade do volume de negócios.

 

Não são novas as notícias de uma fusão entre as duas empresas, que é vista como lógica pelos analistas. Já em 2007 a Ahold e a Delhaize terão tentado uma fusão, que na altura nunca chegou a avançar.

 

A possibilidade de união entre estas duas companhias está a aninar o retalho europeu e em particular as acções da Jerónimo Martins. O índice Stoxx que agrupa as cotadas do sector sobe 1,46% e a empresa liderada por Pedro Soares dos Santos ganha 2,28% para 13,245 euros.

 

Ver comentários
Saber mais Royal Ahold Delhaize Jerónimo Martins Retalho Pingo Doce Bélgica Holanda
Mais lidas
Outras Notícias