Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dona da Zara vai investir mil milhões na expansão das vendas online

A pandemia levou o grupo Inditex a atualizar o seu plano estratégico para os próximos anos. A dona da Zara prevê investir um total de 2,7 mil milhões de euros até 2022, dos quais mil milhões se destinam apenas ao comércio digital.

Bloomberg
Ana Sanlez anasanlez@negocios.pt 10 de Junho de 2020 às 12:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os prejuízos causados pela pandemia da covid-19 levaram o grupo Inditex a acelerar a expansão do negócio digital. A dona da Zara fechou o trimestre com prejuízos, pela primeira vez na sua história, e anunciou o encerramento de mais de mil lojas. O foco dos próximos três anos serão as vendas online.


O grupo apresentou esta quarta-feira uma revisão do seu plano estratégico, para o período entre 2020 e 2022, ao longo do qual prevê investir 900 milhões de euros por ano, num total de 2,7 mil milhões de euros. Desse montante, mil milhões de euros estão reservados para investimentos no segmento digital.

Em 2022, a dona de marcas como a Zara ou a Massimo Dutti, quer que mais de 25% das suas vendas sejam feitas pela internet, face aos 14% registados no ano passado. Em abril, as vendas online do grupo dispararam 95%. No trimestre, a subida foi de 50%.


Entre os investimentos anunciados pela gigante do retalho de vestuário, está a abertura de um estúdio de 64 mil metros quadrados em Arteixo, na Galiza, destinado apenas às vendas online da Zara.


A empresa espanhola pretende eliminar entre 1.000 a 1.200 das suas lojas até 2021, a um ritmo de 500 a 600 por ano, sobretudo espaços mais pequenos. Por outro lado, prevê abrir cerca de 150 lojas de maior dimensão por ano, até 2022. "Ao longo deste período haverá um número muito significativo de alargamentos de lojas de elevada qualidade", refere a Inditex no comunicado publicado esta quarta-feira.


Ainda em 2020, o grupo fundado por Amancio Ortega conta finalizar um sistema que permite seguir as encomendas de todas as marcas do grupo em tempo real, que atualmente está apenas disponível para a Zara, Massimo Dutti e Uterque, e ter ainda o inventário completo de todas as marcas digitalizado.


A Inditex fechou o primeiro trimestre deste ano com um resultado líquido negativo de 409 milhões de euros, devido ao encerramento de 90% das suas lojas.

Ver comentários
Saber mais Zara Inditex têxtil e vestuário
Mais lidas
Outras Notícias