Comércio Fotogaleria: Povo e presunto às costas na estreia da Mercadona em Portugal

Fotogaleria: Povo e presunto às costas na estreia da Mercadona em Portugal

A cadeia espanhola abriu esta manhã ao público o primeiro supermercado no mercado português. Veja as imagens da concorrida inauguração, que provocou a reação da concorrência e o caos do trânsito naquela zona de Gaia.

O primeiro supermercado da Mercadona em Portugal abriu portas às 9:00 desta terça-feira, 2 de julho, com o presidente da empresa espanhola, Juan Roig, a "cortar a fita" para a entrada dos primeiros - e muitos - curiosos.

 

Fruto de um investimento de 11,5 milhões de euros, a loja de Canidelo, em Vila Nova de Gaia, tem 1.800 metros quadrados, um total de seis mil produtos (cerca de 50% comprados a fornecedores portugueses) e 85 funcionários, que estavam em formação há mais de um ano.

 
Este novo espaço está "entalado" entre várias retalhistas alimentares – nas imediações há lojas do Jumbo, Lidl, Minipreço, Pingo Doce, Continente e Aldi –, tendo algumas destas insígnias reagido à novidade vinda do país vizinho, tendo montado bancas de produtos na rua e realizado outras ações promocionais.

Na próxima terça-feira, 9 de julho, vai abrir a loja de Matosinhos, na Rua Sousa Aroso, seguindo-se no calendário deste mês as estreias em Vermoim (Maia), no dia 16, e em Fânzeres (Gondomar) no dia 23. Até ao final de 2019 abrirá as restantes lojas nos distritos de Braga, Porto e Aveiro. A chegada à região de Lisboa só acontecerá "daqui a dois ou três anos", estimou Juan Roig.

 

Desde que anunciou a vinda para Portugal, em 2016, a empresa de Valência já investiu 260 milhões de euros, contando chegar ao final deste ano com 1.100 trabalhadores no país. Na véspera da inauguração, o empresário anunciou a construção de outras dez lojas em 2020 e de um bloco logístico em Lisboa para abastecer a zona sul, semelhante ao que tem na Póvoa de Varzim.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI