Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gastos dos portugueses no Natal vão ser os mais elevados dos últimos seis anos

Os consumidores pensam gastar, em média, 373 euros com os consumos relacionados com o Natal, o valor mais elevado desde 2010, mostra estudo do IPAM.

Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 21 de Dezembro de 2016 às 16:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Os portugueses vão gastar mais dinheiro no Natal este ano. Esta é a conclusão de um estudo realizado pelo IPAM, que mostra que o consumo, nesta época, deverá aumentar pelo terceiro ano consecutivo e atingir mesmo o valor mais elevado desde 2010.

 

Cada consumidor pretende gastar, em média, 373 euros com os consumos relacionados com o Natal, um aumento de 24% face ao apurado em 2015. No ano passado, os portugueses não esperavam que a "factura" superasse os 301 euros.

A estimativa para este ano é 47% superior à apurada em 2013 (253,52 euros), mais ainda inferior aos gastos estimados em 2009 (490 euros). 

 

Ainda que o valor médio dos gastos deva subir este ano, a fatia do orçamento dos portugueses destinada a presentes continua a resumir-se ao núcleo familiar. Apenas 34% dos inquiridos planeia oferecer prendas a amigos, o mesmo que em 2015.

 

No que respeita à escolha dos presentes a oferecer, o estudo constata aquilo que já vem sendo tradição: brinquedos (36%) para as crianças; roupa e sapatos (32%) para adolescentes e adultos.

 

O estudo do IPAM revela ainda que os portugueses já não esperam pelo mês de Dezembro para realizar as compras de Natal. Os dados mostram um aumento de 12,5% na intenção de compra dos consumidores antes de Dezembro, face ao ano passado.

 

Apesar de preferirem os centros comerciais para fazer compras (29,1% dos inquiridos só pensa recorrer a estas superfícies) há cada vez mais portugueses a optar por alternativas como o comércio de rua e até a internet que, juntos, recolhem 3% das intenções de compra.

 

Este estudo, elaborado desde 2009, tem por base 465 inquéritos válidos, realizados entre os dias 1 e 11 de Dezembro. 

Ver comentários
Saber mais consumo consumidores Natal compras gastos Portugal comércio lojas
Mais lidas
Outras Notícias