Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Martins ganha 5% para máximos de oito meses

A dona do Pingo Doce começou a cair na sessão que se seguiu à apresentação das vendas preliminares de 2012. Contudo, a Jerónimo Martins já inverteu e está mesmo em máximos.

4 - Pedro Soares dos Santos, Jerónimo Martins. 5,01%
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 11 de Janeiro de 2013 às 15:49

A Jerónimo Martins, detentora da rede de retalho Pingo Doce, está a valorizar mais de 4% um dia depois de ter anunciado vendas superiores a mil milhões de euros no ano passado.

 

Os títulos da empresa dirigida por Pedro Soares dos Santos seguem a ganhar 4,90% para negociarem nos 15,40 euros, tendo subido já aos 15,44 euros, o que corresponde ao máximo de Abril de 2012.


A valorização da empresa na Bolsa de Lisboa acontece agora apesar de o dia ter começado negativo para a retalhista, que chegou a perder 0,75% ao início do dia. A sessão do PSI-20 tem sido marcada por alguma volatilidade, sendo que o BPI, por exemplo, já esteve tanto a valorizar-se como a desvalorizar-se mais de 7%.

 

A Jerónimo Martins, presente na Polónia através da marca Biedronka, começou a ganhar com mais expressividade ao início da tarde, tendo alcançado os preços mais altos pouco antes das 15 horas.

 

Foram já negociadas mais de 800 mil acções da empresa, acima da média de 615 mil títulos trocados por sessão nos últimos seis meses.

 

A companhia do sector da distribuição apresentou vendas de aproximadamente 10,88 mil milhões de euros em 2012, um crescimento homólogo de 10,5%. A maior parte veio sobretudo da Polónia, apesar da desvalorização do zloty em relação ao euro.

 

Para o BES Investimento, as vendas comparáveis (like-for-like) da Biedronka, os supermercados polacos, “recuperaram menos do que era esperado”. A compensar o desempenho da Jerónimo na Polónia esteve a expansão da área de vendas que, aí sim, ficou acima do previsto.

 

Em Portugal, as vendas totais da cadeia Pingo Doce avançaram no acumulado do ano, embora tenham deslizado no quarto trimestre.


Foi hoje emitida uma nota de "research" do Bank of America Merrill Lynch, onde a recomendação de "underperform" (desempenho inferior ao sector) foi mantida, com o preço-alvo de 14,20 euros. A casa de investimento prevê uma pressão sobre as vendas em grande parte da Europa.


A Jerónimo Martins vai apresentar os resultados globais relativos a 2012 a 27 de Fevereiro.

Ver comentários
Saber mais Jerónimo Martins bolsa Euronext Pedro Soares dos Santos Pingo Doce
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio