Comércio Marcelo visita primeiro supermercado da Mercadona em Portugal

Marcelo visita primeiro supermercado da Mercadona em Portugal

Juan Roig explicou ao Presidente da República o projeto da empresa espanhola em Portugal.  
Negócios 08 de julho de 2019 às 19:54

Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta segunda-feira no primeiro supermercado da Mercadona em Portugal, que abriu ao público na semana passada em Canidelo, Vila Nova de Gaia.

 

De acordo com um comunicado da empresa de supermercados espanhola, o presidente da Mercadona, Juan Roig, apresentou a Marcelo os "detalhes do projeto da Mercadona em Portugal".

 

Foi pelo menos a segunda oportunidade que teve para tal, uma vez que Roig foi recebido pelo Presidente da República em Belém a 9 de novembro do ano passado, que já na altura "lhe apresentou o projeto que a empresa está a desenvolver em Portugal".
 

No comunicado, a Mercadona diz que a loja que abriu ao público a 2 de julho "tem registado uma grande afluência" de clientes, e cita o CEO a afirmar que "a abertura deste supermercado no nosso país irmão e vizinho, Portugal, supôs um feito histórico para a empresa". Segundo a mesma fonte, Marcelo "mostrou-se surpreendido com o investimento feito pela empresa num tão curto espaço de tempo, fazendo referência ao emprego criado e à perspetiva de abertura de lojas para os próximos anos".

 

A carregar o vídeo ...

Fruto de um investimento de 11,5 milhões de euros, a loja de Canidelo tem 1.800 metros quadrados, um total de seis mil produtos (cerca de 50% comprados a fornecedores portugueses) e 85 funcionários que estavam em formação há mais de um ano.

 
Amanhã, 9 de julho, vai abrir a loja de Matosinhos, na Rua Sousa Aroso, seguindo-se no calendário deste mês as estreias em Vermoim (Maia) no dia 16, e em Fânzeres (Gondomar) no dia 23. Até ao final de 2019 abrirão as restantes lojas nos distritos de Braga, Porto e Aveiro. A chegada à região de Lisboa só acontecerá "daqui a dois ou três anos".

 

Desde que anunciou a vinda para Portugal, em 2016, a empresa de Valência já investiu 260 milhões de euros, contando chegar ao final deste ano com 1.100 trabalhadores no país.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI