Comércio Mercadona vai ocupar antiga gigante têxtil em Santo Tirso

Mercadona vai ocupar antiga gigante têxtil em Santo Tirso

O supermercado do grupo espanhol em Santo Tirso, que deverá abrir em abril do próximo ano e criar 85 postos de trabalho, vai ocupar uma parte da antiga Arco Têxteis, que foi uma das maiores da região do Vale do Ave e faliu há quase cinco anos.
Mercadona vai ocupar antiga gigante têxtil em Santo Tirso
A Mercadona de Santo Tirso vai ocupar parcialmente as antigas instalações industriais da gigante Arco Têxteis, que faliu em março de 2015.
Rui Neves 16 de dezembro de 2019 às 11:01

Em Santo Tirso, já começaram as obras de reconversão da falida Arco Têxteis, que chegou a empregar 1.500 pessoas, e que tem como primeira grande novidade a atração para o local da espanhola Mercadona, que comprou um dos lotes do terreno de 100 mil metros quadrados, onde irá instalar um supermercado e gerar a criação de 85 postos de trabalho.

 

A informação foi avançada ao Negócios por fonte oficial da Câmara de Santo Tirso, cujo presidente, Alberto Costa, vai visitar na manhã desta segunda-feira, 16 de dezembro, as obras de reconversão da Arco Têxteis, que faliu em março de 2015, atirando para o desemprego 288 pessoas.

 

A abertura deste supermercado está prevista para abril de 2020, ano em que a retalhista espanhola pretende inaugurar mais uma dezena de unidades na zona Norte do país, estando já a contratar para Santo Tirso, Aveiro e Penafiel.

 

A Mercadona, a marca líder em Espanha, conta espalhar 150 a 200 lojas por território português nos próximos oito anos.

 

Para já, abriu este ano em Portugal as suas primeiras dez lojas, a última das quais aconteceu a 12 de dezembro, com a inauguração da unidade em Braga, depois da abertura em Barcelos, Vila Nova de Gaia (duas lojas), Matosinhos, Maia, Gondomar, Porto, Ovar, São João da Madeira.

 

A lista de infraestruturas completa-se com o bloco logístico na Póvoa de Varzim, o Centro de Coinovação em Matosinhos e os escritórios no Porto e em Lisboa, empregando já mais de 1.100 pessoas em Portugal.

 

Entretanto, a Mercadona já avançou que irá investir noutro bloco logístico perto de Lisboa, semelhante ao que tem no Parque Industrial de Laúndos, com uma área total de 50 mil metros quadrados, mas que só deve abrir o seu primeiro supermercado na capital portuguesa depois de 2021.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI