Comércio Risco de falência da Worten em Espanha após acumular perdas de 340 milhões

Risco de falência da Worten em Espanha após acumular perdas de 340 milhões

A auditora PwC coloca em causa a continuidade da operação da insígnia da Sonae no país vizinho, onde tem 49 lojas, após ter fechado nove no ano passado.
Risco de falência da Worten em Espanha após acumular perdas de 340 milhões
Cláudia Azevedo, presidente da Sonae.
Paulo Duarte
Rui Neves 07 de fevereiro de 2020 às 10:17

A filial espanhola da Worten registou perdas de 26 milhões de euros em 2018, mais 23% do que no ano anterior, que soma aos "mais de 320 milhões de euros de perdas de anos anteriores", revela um relatório de auditora da PwC citado pelo jornal espanhol Cinco Dias.

 

Perdas acumuladas desde que adquiriu, em 2008, a antiga Boulanger, e que não conseguiu inverter na primeira metade do ano passado. De acordo com o mesmo relatório da PwC, os prejuízos "acumulados até ao primeiro semestre" do exercício de 2019 "reduziram o património para um valor inferior a metade do capital social".

 

Uma situação que, lembra auditor, coloca a empresa em risco de dissolução, apontando para a existência de uma "incerteza material" e "para dúvidas significativas"sobre a capacidade da empresa para continuar a operação.

 

Conta o Cinco Dias, com base no mesmo relatório da PwC, que no final do exercício de 2018 o passivo corrente era de 67 milhões de euros superior ao ativo corrente, tendo a Sonae injetado posteriormente 25 milhões de euros, mas a empresa não forneceu uma estimativa do valor recuperável dos ativos intangíveis.

 

Apesar de considerar que a injeção financeira da Sonae na operação da Worten em Espanha "mostra o seu apoio financeiro", que acompanhou um novo plano de negócios, que foi aprovado nesse ano, ressalva que não lhe foi dado acesso ao documento, pelo que não pode pronunciar-se sobre o mesmo. "A empresa não nos forneceu as bases nas quais se baseou para preparar o plano de negócios", alegou a PwC.

 

O plano de negócios da Worten espanhola, que fechou 2019 com 49 lojas, após ter fechado nove durante o último ano, sinaliza o objetivo de atingir resultados operacionais positivos antes de impostos até 2021.



(Notícia atualizada às 10:48)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI