Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Sem novos apoios até ao fim do mês, muitos restaurantes vão fechar"

Sem o anúncio de novas medidas de apoio até ao final do mês, muitos restaurantes correm o risco de fechar portas, alerta a AHRESP.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • 15
  • ...
A restauração recebeu luz verde para reabrir a 18 de maio, mas com as restrições em vigor e poucos clientes, muitos estabelecimentos vão acabar por fechar se o Governo não anunciar, até ao final de maio, um novo pacote de medidas de apoio. O alerta é dado pela secretária-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), Ana Jacinto, ao Conversa Capital, o espaço de entrevista conjunto do Negócios e da Antena 1. 

Ana Jacinto ressalva que as medidas tomadas até agora "são de aplaudir", mas nesta altura já não são suficientes para que os empresários aguentem a atividade aberta. A AHRESP apela à criação de um pacote de apoios mais "robusto" até ao final do mês. 

"Tememos que estas empresas, que fizeram um esforço para abrir, no fim do mês vejam que a atividade não vai ser viável. As receitas serão muito encurtadas e as despesas serão a 100%, em alguns casos agravadas, por causa de moratórias que os aliviaram durante dois meses e que agora acabam. Muitos abriram, mas se não injetarmos soluções concretas para se aguentarem, no fim do mês fecham as portas", sublinha Ana Jacinto.


A AHRESP defende a adoção de medidas como a continuação do lay-off ou a concessão de verbas a fundo perdido. Ainda assim, a associação admite que, no seio de um "universo grande" de empresas, "há algumas" que estão a conseguir fazer "algum negócio", apesar de estarem a "perder dinheiro". 

Ver comentários
Saber mais Ana Jacinto Associação da Hotelaria Restauração e Similares de Portugal AHRESP Conversa Capital turismo restauração restaurantes
Mais lidas
Outras Notícias