Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

"Não podemos garantir que foram eliminados riscos" detetados no cartel da banca

Margarida Matos Rosa, presidente da Autoridade da Concorrência, clama por maior concorrência nos sistemas financeiros.

A Concorrência divulgou a sua posição sobre as propostas dos partidos para travarem as comissões bancárias.
João Miguel Rodrigues
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 14 de Outubro de 2020 às 14:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

No cartel da banca foram sancionados 14 bancos por troca de informação sensível no crédito à habitação e ao consumo. A coima atingiu os 225 milhões de euros. 

Margarida Matos Rosa, presidente da Autoridade da Concorrência (AdC), entidade que ainda não recebeu qualquer dinheiro deste processo, diz, no entanto, que "não podemos garantir que os riscos foram eliminados", com a sanção, por isso "temos de estar atentos a eles", salientou no Parlamento, na audição que teve lugar na Comissão de Orçamento e Finanças.

De qualquer forma, a responsável salientou, nessa audição, estar atenta aos sinais de concorrência do setor, pugnando por mais concorrência nomeadamente ao nível dos sistemas de pagamento. A AdC tem, aliás, em curso um inquérito a empresas portuguesas e não portuguesas sobre os sistemas financeiros. E já concluiu haver necessidade de impedir barreiras à entrada de novos operadores.

Num outro cartel neste setor financeiro - o dos seguros - Margarida Matos Rosa disse aos deputados que dos 54 milhões de euros aplicados em coimas, a AdC já recebeu cerca de 12 milhões em procedimentos de transação feitos com a Fidelidade e com a Multicare.

Ver comentários
Saber mais Margarida Matos Rosa AdC banca serviços financeiros
Mais lidas
Outras Notícias