Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Aumento de custos de construção abranda em Julho

O custo da construção e o preço da manutenção de habitações atenuaram o ritmo de subida homóloga durante o mês de Julho, com a componente de materiais a ser a que mais contribuiu para a tendência de deterioração.

Reuters
Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 10 de Setembro de 2013 às 12:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os índices que medem a evolução dos custos na construção de habitação e dos preços da sua manutenção deram conta de um abrandamento do ritmo de subida durante o mês de Julho. A componente de materiais foi a que mais pressionou.

 

O Índice de Custos de Construção de Habitação Nova cresceu 1% em Julho, face ao período homólogo, em Portugal continental. Esta evolução fica aquém do crescimento de 1,2% registado no mês anterior, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

A componente dos materiais foi a que mais abrandou a tendência de crescimento dos custos ao registar um crescimento homólogo de 0,5%, no último mês do primeiro semestre, para 0,2% em Julho. Já o custo da mão-de-obra passou de um crescimento de 1,8% para 1,7%.

 

Também o Índice de Preços de Manutenção e Reparação Regular da Habitação atenuou a tendência de subida homóloga do mês anterior. Em Julho, o indicador cresceu  0,1% o que compara com o aumento de 0,3% que fora registado no mês anterior, relativamente há um ano.

 

O custo dos materiais usados na manutenção e reparação regular diminuiu a queda homóloga de 0,6%, registada em Junho, para uma deterioração de 0,4% em Julho. Já o preço dos serviços aumentou 0,4%, em termos homólogos, o que compara um crescimento de 0,5% no mês anterior.

Ver comentários
Saber mais INE imobiliário construção remodelação manutenção
Outras Notícias