Construção Gonçalo Moura Martins: “Infelizmente na área da construção não estamos a ver sinais de retoma”

Gonçalo Moura Martins: “Infelizmente na área da construção não estamos a ver sinais de retoma”

O presidente executivo da Mota-Engil, diz estar “pouco optimista” com o mercado de construção nacional, não se verificando “sinais de retoma”. E é por isso, que o grupo de construção português está a apostar cada vez mais na internacionalização.
Gonçalo Moura Martins: “Infelizmente na área da construção não estamos a ver sinais de retoma”
Maria João Babo 29 de agosto de 2013 às 17:05

“Infelizmente na área da construção não estamos a ver sinais de retoma”, afirmou Gonçalo Moura Martins durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados do primeiro semestre do ano, período em que 70% do volume de negócios foi realizado fora de Portugal.

 

“Sentimos ausência total de investimento público e privado”, afirmou, adiantando que “o sector está num marasmo, numa crise de que não há memória.”

 

“O mercado em Portugal está deprimido. Não há concursos”, adiantou.

 

“Estou pouco optimista. Não vejo vontade, nem factos, que me dêem optimismo”, numa altura em que o mercado de construção continua em queda.

 

O CEO da construtora salientou que, neste ambiente, o “grupo está a fazer uma adaptação à nova realidade.”




pub

Marketing Automation certified by E-GOI