Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo continua à espera de transferências de condições crédito do Túnel do Marão

As obras de conclusão do Túnel do Marão estão interrompidas há anos e assim continuam. A decisão de transferir as condições do crédito da Auto-Estradas do Marão para o Estado ainda está por tomar.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 10 de Outubro de 2013 às 00:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Mantém-se a espera. E o túnel por construir. O Governo continua a aguardar que o Banco Europeu de Investimento e o resto do sindicato bancário aceitem que as condições de crédito que atribuíram à concessionária Auto-Estradas do Marão sejam transferidas para o Estado.

 

As obras, paradas desde 2011, foram interrompidas porque a concessionária “não teve condições para poder concluir” os trabalhos e não porque o Governo assim o decidiu, quis frisar Pedro Passos Coelho, na entrevista que deu esta quarta-feira a cidadãos, na RTP1.

 

O Estado e a Auto-Estradas do Marão, liderada pela Somague, entraram em litigio, sendo que houve pedidos de “indemnizações muitos elevados que o Estado não sentiu que tivesse responsabilidade de outorgar”, segundo Passos Coelho.

 

“Só há muito pouco tempo é que a própria empresa assumiu, com clareza, a impotência para poder fazer a obra”, acrescentou o primeiro-ministro. Em Junho, o contrato de concessão foi rescindido – mas sem mútuo acordo, sendo que, sobre este caso, pendem vários processos entre o Estado e a empresa.

 

A previsão inicial era para que o túnel ficasse concluído no início do ano passado. Mas o contrato, entretanto anulado, passou para as mãos da Estradas de Portugal - e o Governo de Passos Coelho quer que as condições do crédito também passem.

 

Ver comentários
Saber mais Passos Coelho Túnel do Marão
Mais lidas
Outras Notícias