Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Grandes construtoras reforçam diversificação e internacionalização

Mota-Engil, Soares da Costa e Teixeira Duarte garantem já mais de metade do volume de negócios fora de Portugal. Também o peso da construção na sua actividade diminuiu.

Maria João Babo mbabo@negocios.pt 02 de Dezembro de 2010 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os mercados internacionais já representam mais de metade do volume de negócios dos grupos Mota-Engil, Soares da Costa e Teixeira Duarte, que têm também vindo a reduzir o peso da construção no conjunto da sua actividade.

Nos primeiros nove meses deste ano, a Mota-Engil obteve mais de metade do volume de negócios no exterior, sendo que só na engenharia e construção o peso da actividade internacional atingiu os 55%.

Também a Soares da Costa aumentou num ano de 52,7% para 56,2% o contributo dos mercados externos, tendo nos primeiros nove meses deste ano registado uma subida de 13% nos EUA.

Já a Teixeira Duarte obteve até Setembro 58,7% dos proveitos fora de Portugal, realçando a empresa os contributos dos mercados angolano (33,2%) e brasileiro (12,8%).

A aposta na diversificação da actividade que estes grupos construtores vêm fazendo reduziu, até Setembro, o contributo da construção para o seu volume de negócios. Nos primeiros nove meses deste ano, e excluindo a área das concessões que o grupo deixou de consolidar, 80% dos proveitos da Mota-Engil tiveram origem na principal actividade do grupo, quando há um ano o contributo desta área de negócio era de 85%.









logo_empresas

Ver comentários
Saber mais Mota-Engil Soares da Costa Teixeira Duarte
Mais lidas
Outras Notícias