Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Os gráficos que mostram a evolução do setor da construção

A construção registou crescimentos em 2018 e deverá continuar essa tendência em 2019. Veja como evoluiu o setor.

Empreitadas de obras públicas com menos contratos

Empreitadas de obras públicas com menos contratos
No ano passado o valor dos contratos de obras públicas representaram quase menos mil milhões de euros do que os celebrados em 2011, tendo também recuado 7% face a 2017. O peso do investimento público no PIB era também muito maior no início da década.

Residencial lidera crescimento

Residencial lidera crescimento
O segmento residencial em Portugal é o que mais cresce e há mais tempo. Em 2016, o aumento de 5% que registou não compensou, contudo, as quebras no não residencial e na engenharia civil. Desde 2017 que todas as áreas crescem, ainda que a velocidades diferentes. Para 2019, o setor da construção e do imobiliário prevê um aumento de 4% na produção total.

Desemprego diminui desde 2014

Desemprego diminui desde 2014
Os desempregados do setor da construção e imobiliário eram, em 2014 e 2015, mais de 100 mil, mas com a retoma da atividade esse número começou a cair. Só no ano passado, foram criados mais de 20 mil postos de trabalho, o que representou um recuo no desemprego, face a 2017, de mais de 24%. A CPCI diz, contudo, que são ainda necessários 60 a 70 mil trabalhadores.

Construção e imobiliário pesam menos à banca

Construção e imobiliário pesam menos à banca
O crédito bancário à construção e imobiliário chegou a pesar mais de 30% do crédito total às empresas, mas tem vindo a diminuir, estando atualmente abaixo dos 26%. Já o malparado destas atividades, que chegou, em 2016, a representar quase um terço do total, é agora da ordem dos 20%.
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Ver comentários
Saber mais construção imobiliário
Outras Notícias