Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

À sexta tentativa Benfica consegue primeiro tetracampeonato

A vitória contra o Vitória conseguida este sábado permite ao Benfica conquistar o primeiro tetracampeonato da história dos encarnados. É a quarta vez que há um tetracampeão em Portugal.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 13 de Maio de 2017 às 20:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

O SL Benfica é tetracampeão. A vitória por cinco a zero sobre o Vitória de Guimarães permite às águias festejarem da melhor forma o título de campeão nacional de futebol a uma jornada de terminar a época 2016-2017.

 

Apesar de ser já o 36.º título de campeão nacional alcançado pelos encarnados, a conquista do campeonato deste ano terá um sabor especial para os benfiquistas. Desde que começaram a ser organizados campeonatos nacionais de futebol (1935), nunca o Benfica tinha conseguido sagrar-se tetracampeão.

 

As águias já tinham estado perto de o conseguir em cinco ocasiões, o número de tricampeonatos arrecadados pelo clube da Luz. Em 1939 foi o FC Porto a impedir o Benfica de chegar ao tetra, depois foi o Sporting CP, em três ocasiões (1966, 1970 e 1973) a não deixar as águias chegarem ao almejado tetracampeonato. Por fim, foram novamente os dragões a impossibilitarem (em 1978) que o Benfica fosse além dos três campeonatos seguidos.

 

Em Portugal é a quarta vez que um clube consegue chegar aos quatro títulos consecutivos de campeão nacional. Até agora só o Sporting, uma vez (entre 1951 e 1954, a famosa equipa dos cinco violinos, sendo que Peyroteo se ficou pelo "tri"), e o Porto, duas vezes (1995-1998 e 2006 -2009), tinham conseguido o feito de chegar ao tetra. Note-se que o primeiro tetra dos portistas culminou no ainda único pentacampeonato, em 1999 sob o comando de Fernando Santos, o "engenheiro do penta".

 

Plantel benfiquista com cinco "tetras"

 

Dos 28 futebolistas que integram o plantel vermelho e branco apenas cinco poderão puxar dos galões do tetra. São eles os defesas Luisão (que leva já seis títulos com a camisola encarnada), André Almeida e Jardel, o médio Fejsa e o ala direito Salvio.

 

Excluindo quem se estreia como campeão nacional e quem chega ao segundo título seguido, há ainda outros cinco jogadores do actual plantel que alcançam a também relevante marca do tricampeonato. Júlio César, Eliseu, Samaris, Pizzi e Jonas são tricampeões.

 

Há ainda o caso específico do guarda-redes Paulo Lopes, que se jogar na última jornada contra o Boavista poderá também chegar aos três campeonatos pelo Benfica, embora não conquistados de forma consecutiva.

 

Fejsa o talismã decacampeão

 

O pivot sérvio Ljubomir Fejsa é, aos 28 anos de idade e apesar de uma carreira marcada por algumas lesões graves, um caso de estudo no futebol europeu. Com o tetra conquistado de águia ao peito, o médio defensivo leva já 10 títulos de campeão nacional consecutivos, conseguidos em nove anos - na época 2013-2014 foi duplamente campeão (na Grécia e em Portugal) - e em três campeonatos diferentes.

 

Depois de ter sido tricampeão sérvio pelo Partizan de Belgrado, Fejsa rumou à Grécia para representar as cores do crónico campeão Olympiakos. Aí venceu três títulos seguidos, contudo, a meio da terceira época foi transferido no mercado de Inverno para o Benfica, onde continuou a vestir de vermelho e branco e a vencer. 

Ver comentários
Saber mais Benfica Porto Sporting Campeão Nacional
Outras Notícias