Desporto AG para afastar Bruno de Carvalho do clube marcada para 23 de Junho

AG para afastar Bruno de Carvalho do clube marcada para 23 de Junho

O presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, disse à saída da reunião dos órgãos sociais do clube que está marcada uma assembleia geral destitutiva para afastar o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, no próximo dia 23 de Junho. CMTV garante que o presidente leonino não se demitiu.
AG para afastar Bruno de Carvalho do clube marcada para 23 de Junho
David Santiago 24 de maio de 2018 às 21:58

Foram três horas de reunião em que Bruno de Carvalho terá falado durante duas horas e meia, tempo ainda assim insuficiente para evitar que ficasse agendada para 23 de Junho uma Assembleia Geral destitutiva do que resta da direcção leonina.

Da reunião desta quinta-feira, 24 de Maio, entre a direcção do Sporting e os elementos demissionários dos órgãos sociais do clube resultou uma decisão. Perante a indisponibilidade do presidente do Sporting para sair da direcção leonina pelo próprio pé, ficou marcada para dentro de um mês uma Assembleia Geral para destituir Bruno de Carvalho e o Conselho Directivo do clube de Alvalade.

 Junho será assim um mês quente para o Sporting, numa altura em que estará já a decorrer o Mundial. A 14 de Junho termina o prazo para que os jogadores interponham processos de rescisão unilateral devido às agressões da passada semana na Academia de Alcochete. Já o dia da assembleia destitutiva (23) coincide com o intervalo temporal previsto para o início da pré-temporada da equipa principal verde e branca (entre 21 e 25 de Junho).

 

O presidente demissionário da Mesa da Assembleia Geral do Sporting queria dirigir-se aos jornalistas mas foi impedido devido aos protestos de vários adeptos sportinguistas apoiantes de Bruno de Carvalho, que gritavam palavras de ordem de apoio ao presidente e dirigiam insultos a Marta Soares. Jaime Marta Soares confirmou minutos depois que "não há condições" para falar aos adeptos e aos jornalistas e que Bruno de Carvalho "recusou tudo" aquilo que lhe foi proposto.

Foi o próprio Marta Soares a revelar aos jornalistas que Bruno de Carvalho falou durante duas horas e meia enquanto os restantes membros demissionários dos órgãos sociais do clube se limitaram a intervir durante cerca de 30 minutos. 

Quem já começou a falar em conferência de imprensa é Bruno de Carvalho que diz estar a viver um dos piores dias da sua vida. "
Hoje é um dos dias mais tristes que vivi no Sporting. Cada derrota, cada não conquista são marcantes, mas hoje é o momento institucional mais triste da minha vida e acredito que estou a falar por todos", declarou Bruno de Carvalho.

 

(Notícia actualizada às 22:31 pela última vez com declaração de Bruno de Carvalho)




Notícias Relacionadas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI