Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Agora é oficial: Lisboa acolhe o que falta jogar da Liga dos Campeões

O anúncio já era esperado, mas foi agora oficializado. Lisboa é a cidade escolhida para a colher os jogos a eliminar que faltam disputar da Liga dos Campeões.

A carregar o vídeo ...
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 17 de Junho de 2020 às 14:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
A capital portuguesa vai receber os sete jogos que faltam ser jogados da edição deste ano da Liga dos Campeões, com as partidas a serem disputadas à porta fechada, no Estádio da Luz e no Estádio José Alvalade.

Entre 13 e 23 de agosto, Lisboa vai ser o palco escolhido pela UEFA para ser decidido o campeão da prova em 2020, sucedendo ao Liverpool, entretanto eliminado. A final está agendada para o dia 23 de agosto, no Estádio da Luz.

A "casa" do Benfica volta assim a receber a final da prova milionária, depois de em 2014 ter sido o palco da final madrilena entre Real e Atlético - com final feliz para a turma de Cristiano Ronaldo.

Atlético de Madrid, PSG, Leipzig e Atalanta estão já com lugar assegurado nos quartos de final e aguardam pela conclusão dos restantes jogos relativos aos oitavos de final para que o sorteio da próxima etapa se realize. Os jogos Juventus-Lyon e o Barcelona-Nápoles vão ser realizados a 7 de agosto e Bayern-Chelsea e Manchester City-Real Madrid estão agendados para o dia seguinte. 

Contudo, estes jogos referentes aos oitavos de final podem não se realizar na Luz ou em Alvalade. Para já, Porto e Guimarães surgem como hipótese para receber os duelos, mas ainda existe a possibilidade de se realizarem em casa dos próprios clubes. Certo é que a partir dos quartos de final, todos os jogos se realizarão na cidade de Lisboa. 

A oficialização foi feita agora, após o término da primeira parte da reunião do Comité Executivo da UEFA. Para já sabe-se ainda que os jogos dos quartos de final vão decorrer entre 12 e 15 de agosto, enquanto que as meias de final serão entre 18 e 19 do mesmo mês.

Na corrida para receber o que resta da prova estavam também cidades com Frankfurt, na Alemanha, ou Moscovo, na Rússia. O encontro decisivo estava previsto para acontecer no Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul, na Turquia, que, em maio de 2018, tinha derrotado precisamente o Estádio da Luz.

Na comunicação hoje feita, o secretário-geral da UEFA, Giorgio Marchetti, indicou ainda que os palcos previstos paras as finais avançam todos um ano, devido ao facto de Istambul, que deveria receber este ano a final da 'Champions', ter sido cancelada.

Assim, a cidade turca acolherá a final de 2020/21, no Estádio Olímpico Atatürk, São Petersburgo receberá a decisão em 2022, Munique em 2023 e Wembley (Londres) em 2024.  

Para além da solução arranjada para a Liga dos Campeões, os dirigentes do organismo máximo do futebol europeu estão ainda a equacionar um esquema semelhante para o que resta jogar da Liga Europa. 

Houve também alterações na Supertaça Europeia, que vai ser disputada em Budapeste, em 24 de setembro, em detrimento do Estádio do Dragão, no Porto, anunciou hoje a UEFA.

Ver comentários
Saber mais Liga dos Campeões Lisboa Final Comité Executivo da UEFA Estádio da Luz Estádio José Alvalade Atlético de Madrid PSG Leipzig e Atalanta desporto futebol
Outras Notícias