Desporto França quer prolongar estado de emergência até ao final do Euro 2016

França quer prolongar estado de emergência até ao final do Euro 2016

O ministro do Interior vai fazer a proposta aos restantes membros do governo francês para que, de seguida, a medida possa ser votada no parlamento.
França quer prolongar estado de emergência até ao final do Euro 2016
Rita Faria 20 de abril de 2016 às 13:23

O governo francês vai propor ao parlamento a extensão do estado de emergência – que foi imposto após os atentados de Novembro, em Paris – até ao final do Euro 2016 para garantir uma maior segurança no evento.

 

O actual estado de emergência, que dá poderes extra aos polícias e outras forças de segurança, vigora até 26 de Maio, pelo que o objectivo será estendê-lo por mais dois meses.

 

"Perante um evento tão grande (…) que deve ter lugar em condições de segurança e que, ao mesmo tempo, deve ser uma celebração (…) temos que garantir a segurança", afirmou o primeiro-ministro Manuel Valls, em declarações à rádio France Info.

 

"O estado de emergência não pode ser permanente, mas no caso destes grandes eventos...decidimos prolongar", acrescentou o governante, citado pela Reuters.

 

Valls informou ainda que o ministro do Interior Bernard Cazeneuve vai propor a medida aos outros ministros esta quarta-feira para que, em seguida, possa ser votada no parlamento.

 

O Stade de France, onde decorrerão o jogo de abertura e a final, foi o local de um atentado suicida na noite de 13 de Novembro. Os outros ataques acontecerem perto do centro da cidade, no Bataclan, onde morreram mais de uma centena de pessoas.

 

As medidas de segurança para a competição já são mais rigorosas do que o habitual, segundo a Reuters. Só o Stade de France vai ser vigiado por 1.200 agentes de segurança, cerca de 30% mais pessoal do que em jogos normais.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI