Desporto Johan Cruyff morre aos 68 anos

Johan Cruyff morre aos 68 anos

O antigo futebolista Johan Cruyff morreu esta quinta-feira, 24 de Março, aos 68 anos, vítima de cancro, informou o site oficial do jogador holandês.
Johan Cruyff morre aos 68 anos
Reuters
André Vinagre 24 de março de 2016 às 12:57

"No dia 24 de Março de 2016, Johan Cruyff morreu depois de ter lutado contra um cancro. É com grande tristeza que pedimos que respeitem a privacidade da família durante o período de luto", lê-se no comunicado publicado no site do antigo futebolista.

Em Outubro de 2015, Cruyff foi diagnosticado com cancro do pulmão. No mês passado, a antiga estrela do Ajax e do Barcelona tinha referido que estava confiante na recuperação, dizendo que no jogo contra o cancro no pulmão, estava a ganhar 2-0, escreve o jornal The Guardian.

"Depois de vários tratamentos médicos, posso dizer que os resultados foram muito positivos, graças ao excelente trabalho dos médicos, ao afecto das pessoas e à minha mentalidade positiva", revelava o próprio Cruyff na sua página no passado mês de Fevereiro.

Cruyff era visto como uma das maiores lendas do futebol internacional, tendo-se destacado pelo Ajax, Barcelona e pela selecção da Holanda. No total, o antigo jogador marcou mais de 300 golos em mais de 500 jogos. Como treinador, o holandês passou também pelo Ajax e pelo Barcelona.

Nascido em Amesterdão, a 25 de Abril de 1947, Cruyff surge ao lado de nomes como Di Stéfano, Eusébio, Maradona e Pelé no eterno debate sobre o melhor futebolista da história. Cruyff ganhou três Bolas de Ouro, distinguindo-o como melhor futebolista do mundo em 1971, 1973 e 1974.

O presidente da Liga Portuguesa da Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, qualificou Johan Cruyff como "um dos melhores futebolistas de todos os tempos", ficando na memória "o talento transbordante" do holandês. A mensagem é acompanhada de uma fotografia após um Ajax-Benfica, que a equipa portuguesa venceu 3-1 (Taça dos Campeões Europeus de 68/69), na qual Cruyff é acarinhado por Eusébio, quando tinha apenas 21 anos.

Também o Benfica descata uma foto do holandês com Eusébio para assinalar a morte de Cruyff. "Os grandes atletas e os grandes homens são imortais. Descansa em paz, Johan Cruyff", diz o clube da Luz numa mensagem no Twitter.


Já o Sporting destacou que hoje o mundo do futebol "ficou mais pobre" com a morte de Johan Cruyff, "um dos últimos príncipes do desporto-rei". "Para um clube que, como o Sporting Clube de Portugal, tanto aposta na formação, esta evocação serve também para dar o público testemunho aos nossos atletas da figura que hoje nos deixa, um homem que, com o seu talento e arte, revolucionou o futebol", destacou o clube 'leonino' no seu sítio oficial na internet.

(notícia actualizada com reacções em Portugal)




Marketing Automation certified by E-GOI