Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Qualificação para o Euro 2016 vale 485 milhões de euros à economia portuguesa

A qualificação para o campeonato da Europa de futebol de 2016 pode valer no mínimo 485 milhões de euros à economia nacional, de acordo com um estudo. Caso a selecção portuguesa vença o Euro 2016, a economia pode beneficiar em 650 milhões de euros.

Reuters
André Vinagre andrevinagre@negocios.pt 08 de Outubro de 2015 às 17:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A economia portuguesa também pode beneficiar da qualificação da selecção nacional para o Euro 2016. O jogo frente à Dinamarca desta quinta-feira, 8 de Outubro, pode valer mais de 485 milhões de euros, revela um estudo realizado pelo IPAM – The Marketing School.

 

A selecção nacional pode qualificar-se para o Euro 2016 esta quinta-feira, dia 8 de Outubro, caso consiga no mínimo um empate frente a Dinamarca. De acordo com o estudo, a participação no campeonato da Europa do próximo ano pode trazer 485 milhões de euros à economia portuguesa.

 

Este estudo espera ainda que, caso a selecção nacional vença a prova, os ganhos para a economia portuguesa sejam de 650 milhões de euros.

 

A selecção joga esta quinta-feira contra a Dinamarca e no próximo Domingo contra a Sérvia, precisando apenas de fazer um ponto nesses dois jogos para alcançar a qualificação. Mas se, ainda assim, a selecção nacional não o conseguir, o impacto económico no país cai para os 211 milhões de euros, menos de metade do valor garantido com a presença na prova.

 

O estudo do IPAM revela que o próximo campeonato da Europa pode ser mais lucrativo que o Euro 2012, mesmo caso a equipa nacional tenha o mesmo desempenho desportivo. Este fenómeno é devido à alteração do formato da competição, que passará a ser disputado por 24 equipas, quando a edição passada foi disputada por 16 selecções, e também à proximidade geográfica entre Portugal e França, que poderá aumentar o número de viagens dos adeptos portugueses.

 

A UEFA, organização que controla as competições europeias, espera obter 500 milhões de euros em receitas, mais 200 milhões que o valor total angariado com o Euro 2012, realizado na Polónia e Ucrânia.

Ver comentários
Saber mais Euro 2016 economia IPAM futebol selecção
Outras Notícias