Desporto Sporting vende Wolfswinkel para pagar dois meses de salários em atraso

Sporting vende Wolfswinkel para pagar dois meses de salários em atraso

O dinheiro da transferência do jogador holandês para o Norwich servirá para Godinho Lopes pagar os dois meses de salários em atraso, segundo o jornal “Público”.
Sporting vende Wolfswinkel para pagar dois meses de salários em atraso
Negócios 21 de março de 2013 às 01:21

O acordo entre o Sporting e o Norwich para ceder o jogador Ricky van Wolfswinkel ao clube inglês na próxima época está fechado, noticiou o mesmo jornal, adiantando que o dinheiro da transferência do holandês chegará a Alvalade ainda esta quinta-feira, a tempo de Godinho Lopes pagar os dois meses de salários em atraso ao plantel “verde e branco”. 

 

O dinheiro vai chegar antes da realização das eleições no clube leonino, a 23 de Março, uma informação confirmada igualmente pelos jornais desportivos.

 

Os últimos pormenores do negócio ficaram definidos nesta quarta-feira, depois de o jogador ter estado no dia anterior em Londres, de acordo com o "Público".


Apesar de não serem conhecidos os valores da transferência, a mesma fonte diz saber que o dinheiro da venda de Wolfswinkel ao Norwich – 12º classificado da Premier League - será suficiente para que Godinho Lopes coloque os salários em dia, um dos seus objectivos até à realização das eleições. 

 

"Os actos de gestão são praticados por quem cá está. Comprei 25 jogadores, alimentei todos os outros e vou manter a mesma atitude. Se tiver de vender quem comprei, se tiver de vender quem alimentei, qual é o problema?", questionou Godinho Lopes, há uma semana, segundo cita o "Diário de Notícias".

 

Contratado ao Utrecht em Junho de 2011 por 5,4 milhões de euros, Wolfswinkel tinha contrato com o Sporting até 2016 e uma cláusula de rescisão de 22 milhões.

Após alienar 50% do passe do holandês ao fundo Quality Football Ireland III Limited (detido por Jorge Mendes e Peter Kenyon) e 15% ao “Sporting Portugal Fund” (gerido pelo Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário S.A.), o Sporting terá direito a 35% do valor total da transferência, refere ainda a mesma fonte. Ou seja, o Sporting vai vender os direitos desportivos do seu jogador, direitos a que estão associados direitos económicos. Já não tendo na posse 65% dos direitos económicos, só vai receber o valor da transferência que se refere os 35% ainda nas suas mãos.

 

O Sporting registou custos de 21.969 mil euros com o pessoal entre Julho e Dezembro de 2012, o que indica que, por mês, tem um encargo de 3,66 milhões de euros para pagar salários. Esta rubrica aumentou, neste primeiro semestre fiscal da SAD leonina, 13,6%, de acordo com o último relatório e contas.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI